segunda-feira, 26 de março de 2018

TV por assinatura cai pela primeira vez na América Latina

O que você achou? 
Não só no Brasil: estudo da Dataxis mostrou queda em número de assinantes entre os países da América Latina em 2017.

Assim como vem acontecendo no Brasil, que perdeu 938,7 mil clientes de TV por assinatura em 2017 (-5%), a América Latina, como um todo, também registrou queda no ano passado. De acordo com um estudo do instituto Dataxis, foi a primeira queda da história da América Latina.

O número total de assinantes na região foi de 71,5 milhões no final do ano, uma queda de 0,6% em comparação com dezembro de 2016. Os motivos seriam as situações políticas e sociais nos países da América Latina.





Conforme o Minha Operadora divulgou recentemente, com base em informações da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), o Brasil havia fechado o ano com 17.856.848 assinaturas ativas. O número representaria, portanto, 25% do market share de toda a região, composta por 20 países.

LEIA TAMBÉM:

Ainda segundo o Dataxis, a queda da TV por assinatura se assemelhou à registrada em 2014, com -39,8%. Até o final do ano, o México dominava o mercado de TV paga, com 27,2%. O Brasil vinha na sequência.

Quanto às empresas líderes em número total de assinantes, em primeiro lugar aparece a América Móvil (Claro/NET no Brasil), com 19,3% do total, seguida da AT&T (dona da SKY), com 18,2%, e a Televisa, com 17,1%.

Enquanto isso, o popular serviço de streaming Netflix só cresce, identificando, muitas vezes, uma tendência de migração do cliente de uma operadora de TV para a Netflix. Recentemente, uma pesquisa comprovou que, entre Netflix e TV paga, os jovens ainda preferem a primeira.

Com informações do R7


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.