InícioNotíciasPresidente da Oi renuncia ao cargo em meio à recuperação judicial

Presidente da Oi renuncia ao cargo em meio à recuperação judicial

Executivo deixa a empresa na fase mais complicada do processo de recuperação judicial.

Nesta sexta-feira, 24, o presidente da Oi, Marco Schroeder, apresentou sua carta de demissão ao Conselho de Administração da operadora. A companhia passa por uma fase de indefinições no processo de recuperação judicial e corre o risco de sofrer uma intervenção direta do governo.

Segundo o jornal O Globo, Schroeder disse que as últimas reuniões do conselho da empresa deixaram clara a necessidade de sua saída. O executivo não era favorável às propostas de recuperação judicial feitas pelos grupos Pharol e Societé Mondiale, maiores acionistas da empresa e não assinou o plano de reestruturação, recém aprovado pelo conselho.



De acordo com informações da Veja, em sua carta de demissão, o executivo cobrou um bônus no valor de R$ 30 milhões por cumprir as metas propostas pela empresa. Marcos Schroeder estava no cargo desde junho de 2016, quando assumiu a função no lugar de Bayard Gontijo, que também renunciou ao cargo.

O executivo foi responsável por dar entrada no processo de recuperação judicial da empresa. A Oi vem sofrendo enorme pressão da Anatel e, ao que parece, um acordo entre acionistas e credores ainda é inviável.


Em nota divulgada na noite desta sexta-feira, a Oi anunciou que o diretor jurídico Eurico de Jesus Teles Neto assume o cargo de presidente interino. [ATUALIZADA – 25/11 – 8h17]

LEIA TAMBÉM:



6 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
6 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários