21/02/2024

Com foco na banda larga, Anatel analisa ambiente para implementar estratégias no setor de telecom

Além da banda larga fixa, a Agência Nacional de Telecomunicações quer estudar o ambiente para investir em diversas áreas do setor.

Com foco na banda larga fixa e em mais outros serviços a Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, está promovendo a tomada de subsídios para ter insumos e percepções para implementação de diversas estratégias no setor, durante os anos 2023 e 2024, seguindo o que foi pensado no planejamento de 2023 a 2027.

Essa tomada de recursos que a Anatel está promovendo será feita inicialmente por meio de contribuições de terceiros. Para participar, os interessados devem entrar em contato através do site Participa Anatel. Até o dia 13 de março.

A banda larga fixa é um dos principais pontos abordados pela agência

Segundo a Anatel, seguindo os planos tático e estratégico, diversas iniciativas necessitam de subsídios. Além da melhoria no serviço da banda larga fixa, eles citam também a melhoria do ecossistema digital, desenvolvimento de novas tecnologias e mais. Veja lista completa que foi divulgada pela própria agência:

Iniciativa 2: Promover qualidade e transparência na oferta do serviço de Banda Larga Fixa

Iniciativa 3: Aprimorar a capacidade, os mecanismos de compartilhamento e a qualidade da infraestrutura e de seu funcionamento

Iniciativa 5: Modernizar os mecanismos de inspeção

Iniciativa 17: Zelar pela prevenção contra fraudes no ecossistema digital

Iniciativa 19: Promover a articulação e a cooperação para o desenvolvimento de novas tecnologias

Além disso, a instituição explica que para a tomada de subsídios haverá uma divisão desses tópicos listados acima em dois blocos, ficando da seguinte maneira:

Bloco I (iniciativas 2, 3 e 5) – Ampliação da infraestrutura de rede, melhoria da transparência e qualidade da oferta de banda larga fixa e modernização dos mecanismos de inspeção em telecomunicações no Brasil;

Bloco II (iniciativas 17 e 19) – Garantia da prevenção de fraudes no ecossistema digital e fomento à articulação e cooperação para o desenvolvimento de novas tecnologias.

Mais explicações sobre a tomada de subsídios da Anatel

A agência explica que esse processo de tomada de subsídios é feito por questões com questões sobre os dois blocos citados acima, sendo o primeiro com 18 perguntas dissertativas e o segundo com 12 perguntas dissertativas. Responder as questões é opcional e o interessado pode escolher quais e como solucionar as perguntas. Mais informações sobre o assunto confira na página da Anatel clicando aqui.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários