Samsung permitirá o reparo de aparelhos pelos próprios donos; entenda

Assim como a Apple, a fabricante sul-coreana é criticada por dificultar o conserto de seus produtos por empresas independentes.

Na quinta-feira (31), a Samsung anunciou o lançamento de um novo programa que permitirá que os donos de seus principais dispositivos Galaxy possam repararem seus próprios aparelhos, disponibilizando a eles e as empresa de reparos de terceiros acesso a peças originais, ferramenta de reparo e guias visuais de conserto, mostrando o passo a passo.

Antes do novo programa, os usuários da Samsung ficavam dependentes do serviço de reparo interno da fabricante sul-coreana para consertar seus dispositivos. A empresa cedeu à pressão de consumidores, reguladores e até do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para aliviar as restrições de conserto de seus produtos.

Entretanto, o novo programa estará disponível a partir deste verão (no hemisfério Norte) para os proprietários da linha de produtos Galaxy S20 e S21, além do Galaxy Tab S7+, mas não contempla os usuários da linha S22.

De acordo com a Samsung, o programa está tendo a colaboração da iFixit, comunidade de reparos online que já trabalhou com a Motorola também em um programa de auto-reparo similar.

Em novembro, a Apple também anunciou um programa de auto-reparo chamado de Self Repair Service, que segue o mesmo negócio, disponibilizando peças sobressalentes para produtos Apple, como baterias, modelos de câmera, telas, etc, para que qualquer pessoa possa consertar seu dispositivo.

No entanto, o programa ainda não foi oficialmente lançado, mas a notícia ruim é que será limitado para usuários do iPhone 12 e 13, a princípio. De acordo com a Apple, posteriormente será ampliado para computadores Mac com novo chip M1 internet da empresa.

Companhias como a Samsung e Apple são bastante criticadas por usar práticas que dificultam o conserto de aparelhos por empresas independentes, como usar memória ou baterias não removíveis ou sela produtos com cola especial. Para as fabricantes, essas práticas são uma forma de garantir que os produtos sejam reparados de forma adequada através de serviços de reparo autorizados.

Enquanto o programa da Apple ainda não foi lançado, o programa da Samsung, infelizmente, está disponível apenas para os usuários das linhas citadas nos Estados Unidos. O que resta aos consumidores brasileiros é aguardar a chegada no Brasil.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore. E-mail para contato: [email protected]
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x