30/06/2022

Nova geração do Motorola Defy é aprovada para comercialização pela Anatel

Com a promessa de ser resistente e aguentar quedas de mais de 1 metro, o aparelho é um novo modelo do anunciado em 2010 pela fabricante.

Cerca de uns 11 anos atrás, a Motorola anunciou o lançamento de um celular que prometia resistência, o Motorola Defy. Agora nesse ano (2021), o aparelho ganhou mais um nova geração que foi fabricada pela empresa britânica Bullitt Group, que promete a mesma resistência. O smartphone super resistente já pode ser vendido no país, pois foi homologado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Motorola Defy. Foto: Divulgação

A homologação foi solicitada pela BRH Representação Comercial, localizada em Campinas, São Paulo. A aprovação pelo órgão aconteceu nesta terça-feira (28), onde o documento fala que é um modelo XT2083-8, comercialmente chamado de Motorola Defy e fabricado pela Bullitt Mobile, empresa que também fabricou o Caterpillar S61, da Caterpillar.

As fotos e o manual que constam no documento mostram algumas características do aparelho, como bateria 5.000 mAh, câmera tripla e entrada para cartão microSD.

Embora tenha uma ficha técnica intermediária, a lista mostra que o processador é Qualcomm Snapdragon 662, memória RAM de 4 GB e o armazenamento de 64 GB. O smartphone também possui um conjunto fotográfico triplo com câmera principal de 48 megapixels e mais duas com macro para capturar profundidade de campo.

LEIA TAMBÉM:

–> Anatel libera lista com os aparelhos homologados compatíveis com o 5G

–> Realme é a empresa que mais cresceu no mercado de smartphones 5G

–> Samsung domina o market share de smartphones na Rússia

O novo modelo foi lançado no início de 2021 e atualmente já está disponível à venda no Reino Unido por 249 libras (cerca de R$ 1.875) nas cores preta e verde, além da proteção Gorilla Glass Victus em seu painel. A principal proposta do Motorola Defy é a resistência a quedas de até 1,8 metros.

Aquele que foi anunciado lá em 2010, também chamado de Motorola Defy, tinha uma tela de 3,7 polegadas e apenas uma câmera de 5 megapixels atrás do aparelho. O smartphones ainda contava com um processador de 800 MHz e Android 2.1 e chegou a custar aproximadamente R$ 1.500 aqui no Brasil.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x
Baixe o Kwai para ganhar até R$ 60 por amigo indicado