iPhone 12 se tornou o smartphone mais vendido do mundo no primeiro trimestre

Aparelho da Apple alcançou o topo do ranking nos três primeiros meses do ano, superando a Xiaomi e outras.

Levantamento realizado pela Counterpoint Research mostrou que o iPhone 12 fabricado pela Apple fechou o primeiro trimestre de 2021 como o smartphone mais vendido no mundo.

Cinco em cada 100 vendas foram da versão tradicional do aparelho, logo após veio o iPhone 12 Pro Max com 4% e então o iPhone 12 Pro com 3% das vendas.

O quarto lugar também ficou com a gigante de Cupertino e seu iPhone 11, lançado em 2019, com 2% do total de pessoas abrindo a carteira.

Para a Counterpoint, a motivação para os consumidores procurarem tanto esses modelos da Maçã se deve à busca por aparelhos compatíveis com a tecnologia 5G.

VEJA TAMBÉM:

–> Para fundador do Telegram, uso do iPhone o tornou escravo digital da Apple

–> Brasileiros são os que mais aceitam rastreamento no iPhone

–> iPhone 12 vendido por R$ 1.500 gera polêmica na web

Outro ponto importante para o sucesso deles, de acordo com a pesquisa, está nos locais do mundo onde a vacinação contra a covid-19 está avançada e o comércio presencial volta a ganhar força, o que impulsionou as vendas.

Por aqui, a versão mais barata do iPhone 12 não sai por menos de R$ 7.999 para o modelo com 64 GB de armazenamento interno, isso na loja oficial da Apple.

No varejo, a versão com 128 GB de espaço pode ser encontrada por R$ 5.997. Outras fabricantes de celular ficaram logo abaixo da Maçã no ranking, como por exemplo a Xiaomi.

Ela aparece ocupando o quinto, sexto e oitavo lugares. Nessas posições estão o Redmi 9A com 2%, o Redmi 9 com 1% e o Redmi Note 9 com 1%, respectivamente.

Entre os mais procurados da Samsung, estão os modelos como o Galaxy A12, Galaxy A21S e Galaxy A31 cada um com 1% das vendas e fechando o TOP 10. Esses aparelhos custam entre R$ 1.300 e R$ 1.500 reais no Brasil.

Levantamento da Counterpoint Research mostra os smartphones mais vendidos no mundo. Imagem: Reprodução

Esses dados são do número de vendas do ponto de vista do volume. Considerando a receita, conforme mostra o gráfico acima, a Apple também sai na frente ocupando todos os primeiros lugares.

Aqui vemos surgir também um modelo da Huawei, enquanto a Xiaomi deixa de constar nesta lista.

Com informações de FolhaPE

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários