Netflix é esculachada por internautas ao oferecer plano com baixa resolução

Clientes estão insatisfeitos com os serviços prestados pela plataforma e ameaçam migrar para rivais, como HBO Max e Amazon.

Há algum tempo que o Minha Operadora tem noticiado informações sobre as mudanças que a Netflix está pretendendo fazer em sua plataforma. Entre essas mudanças estão a possível cobrança de valores extras para pessoas que compartilham contas e senha, além de ameaçar aumentar o preço da assinatura. Mas esses não parecem ser os únicos problemas do streaming, segundo alguns assinantes.

No dia 2 de abril, um usuário da plataforma expôs em seu Twitter a tabela que a Netflix está cobrando seus serviços baseado na qualidade de resolução, onde é cobrado R$ 25,90 pelo básico com resolução de 480p. Tal oferta foi considerada um abuso pelo usuário, que foi seguido por outros que também concordaram com sua opinião. Para nível de entendimento, essa resolução é muito baixa em comparação às opções que temos no mercado hoje, como HD e 4K.

Confira o tweets sobre a discussão:

A Netflix é uma empresa que não divulga a quantidade de assinantes da sua plataforma. No entanto, embora não saibamos em números como essas mudanças estão afetando a plataforma, pelos comentários no Twitter, há muitos clientes insatisfeitos, incluindo vários que prometem cancelar e outros que já cancelaram.

Incentivo à Pirataria

Outro ponto que merece atenção são os constantes comentários de usuários defendendo a pirataria. De acordo com os tweets, essas “peripécias” da Netflix são motivos suficientes para piratear conteúdo, além de confirmar que nem o serviço ilegal oferece conteúdo em resolução tão baixa.

Comparação entre as concorrentes

Em alguns tweets, os usuários também estão fazendo ”propaganda” para os serviços de streaming rivais. Os internautas estão comparando os preços praticados por streaming como HBO Max, DisneyPlus e Amazon.

Os usuários estão expondo que mesmo com valores mais acessíveis, essas plataformas não diminuem a qualidade de tela de seus conteúdos, caminho contrário ao que está praticando a Netflix. Um usuário comentou também sobre o catálogo de conteúdo da plataforma vermelhinha, considerando as produções fracas.

Compare os preços

Baseado no tópico da discussão ocorrida no Twitter, a Netflix está com três planos: Básico, Padrão e Premium. O básico, pivô da problemática, está por R$ 25,90, oferecendo 480p de resolução. O Padrão é de R$ 39,90 (resolução 1080p), enquanto que o Premium custa R$ 55,90 (resolução 4K+ HDR).

Quanto ao HBO Max, mantendo uma resolução de qualidade independente de plano, uma vez que o streaming oferece apenas um pacote, que varia apenas o período da assinatura: 1 mês, 3 meses e 12 meses; e por dispositivo: mobile ou multitelas. O plano mensal multitelas, que é o mais próximo da Netflix, custa R$ 27,90, além de oferecer alta definição e tecnologia 4K.

O preço praticado pela Amazon Prime Video é mais barato ainda, custando R$ 9,90/mês, além do cliente ter vários benefícios, como frete grátis em produtos no portal comercial da Amazon.

Por fim, o questionamento que fica é o seguinte: a Netflix será afetada negativamente com essas mudanças? Está claro que seus clientes não estão satisfeitos com seus produtos, ainda mais com o crescimento exponencial de concorrentes, que parecem está oferecendo um serviço mais econômico e com mais qualidade.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore. E-mail para contato: [email protected]

3 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
3 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
3
0
O que você acha? Comente!x