24/05/2022

Ministério da Educação lança dois novos canais educativos

Além de conteúdo para educação infantil ao ensino superior, os canais também terão programas jornalísticos, culinários e atualidades.

Em evento realizado nesta quarta-feira (26) no Palácio do Planalto, sede do Poder Executivo Nacional, em Brasília, o Ministério da Educação do Brasil anunciou o lançamento do novo sinal educacional da Televisão Digital Terrestre (TDT) Canal Educação.

José Cruz/Agência Brasil

No evento, que teve a participação do Presidente da República, Jair Bolsonaro, e da primeira-dama Michelle Bolsonaro, também houve o lançamento de mais um sinal educacional em matéria audiovisual, o Canal Libras, que só será transmitido via streaming.

Segundo o governo, o objetivo principal do Canal Educação é aumentar a taxa de alfabetização no país e universalizar a educação. A programação do novo canal vai da educação infantil ao ensino superior, incluindo produções como salas de aula remotas, conteúdo de preparação para exames nacionais documentários e programas educacionais e culturais.

Também terá conteúdos para a formação de professores, coordenadores e gestores escolares, assim como para os pais dos alunos. Além disso, haverá programas jornalísticos, culinários, de variedades e atualidades.

O Canal Educação já está sendo transmitido pela TDT através de multiprogramação em um dos sinais da frequência da TV Brasil (2.3 no Rio de Janeiro, Distrito Federal e São Luís; e 1.3 em São Paulo) emissora pública de TV aberta gerenciada pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Ele também poderá ser acompanhado em breve pela Pay TV e pela rede de antenas parabólicas, cuja rede terá que migrar para a banda Ku em breve, pois a banda C usada será para o 5G.

Alguns dos programas exibidos são: Fala Cientista, Que Invenção É Essa? e Caminho da Escola, entre outros. “Serão conteúdos variados como aulas remotas, preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio [Enem], documentários, programas educativos e culturais de qualidade”, disse o ministro da Educação, Victor Godoy.

O Canal Libras, como o próprio nome revela, será voltado para pessoas que usam a Língua Brasileira de Sinais, língua usada pelos surdos no país. Vale ressaltar que o Canal Educação também contará com alguns conteúdos deste canal.

Um dos programas será o Bate-Papo em Libras, que terá como entrevistada a primeira-dama Michelle Bolsonaro. “A utilização das Libras é uma forma de garantir a identidade das pessoas surdas e contribuir para a valorização e reconhecimento da cultura surda”, disse a primeira-dama, em um discurso todo feito na Língua Brasileira dos Sinais.

A EBC é uma elemento fundamental nessa nova proposta, uma vez que abdicou de um dos seus sinais de frequência e por se responsabilizar por grande parte do conteúdo que será disponibilizado em ambos canais. Além disso, serão utilizados os estudos que a empresa pública possui em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários