InícioEconomia e NegóciosGoogle e Apple estão na mira de órgão regulador de concorrência no...

Google e Apple estão na mira de órgão regulador de concorrência no Reino Unido

Segundo a CMA, ambas companhias podem estar reduzindo a competição e a oportunidade de escolhas dos usuários de Android e iOS.

Nesta terça-feira (14), a Autoridade de Concorrência e Mercado (CMA) do Reino Unido divulgou um relatório onde aponta as preocupações em relação ao domínio de mercado do Google e da Apple, com os sistemas operacionais Android e iOS, respectivamente.

De acordo com o órgão regulador, ambas empresas estão controlando como as pessoas utilizam seus smartphones, eliminando qualquer escolha do sistema e potencialmente elevando os custos, além de induzir os consumidores a usarem aplicativos e funções proprietárias dos seus sistemas, como navegadores pré-desinstalados.

O presidente-executivo da CMA, Andrea Coscelli, afirma que

“Pode ser fácil esquecer que [a Apple e o Google] estabelecem todas as regras — desde determinar quais aplicativos estão disponíveis em suas lojas até dificultar a mudança para navegadores de terceiros. Esse controle pode limitar a inovação e a oportunidade de escolha, e levar a preços mais altos — tais que não são notícias boas para os usuários.”

A CMA afirma que Google e Apple alavancam o poder no mercado por ter criado ecossistemas autossuficientes e diz estar “preocupada que essas práticas reduzam a competição e a oportunidade de escolha pelos consumidores”.

“Apple e Google desenvolveram um controle semelhante ao de como usamos os telefones celulares e receamos que isso esteja causando prejuízos a milhões de pessoas em todo o Reino Unido”, disse Andrea Coscelli.


LEIA TAMBÉM:

–> Aplicativo Claro cursos é premiado pelo Google Play

–> Demanda por iPhones 13 está fraca na Apple

–> Amazon e Apple são multadas por práticas anticompetitivas na Itália

A Apple afirma que os seus ecossistemas fornecem segurança e privacidade, onde permite que empresas comercializem seus produtos e criem empregos. “A Apple acredita em mercados prósperos e dinâmicos onde a inovação pode florescer”, disse o documento.

Já o Google argumenta que o seu sistema Android oferece aos seus usuários mais opções do que qualquer outra plataforma móvel, dado a opção de decisão de quais aplicativos e lojas de aplicativos usarem. Além disso, afirmou que o seu sistema sustenta cerca de 250 mil empregos na Grã-Bretanha.

A princípio, não há iniciativas para ampliar a concorrência no mercado europeu , mas a CMA garante que continuará estudando os efeitos do domínio das duas companhias e espera que até 2022 tenha mais informações em sua investigação.

Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários