InícioEconomia e NegóciosMais um para conta: Google e Apple estão sendo investigados no Japão

Mais um para conta: Google e Apple estão sendo investigados no Japão

Google e Apple estão envolvidos novamente em processos judiciais. Desta vez, a investigação é do governo japonês; entenda o caso.

A Apple e o Google estão sendo investigados em processo antitruste no Japão. A investigação é por causa do poder de monopólio das empresas no mercado de sistemas operacionais. A informação foi revelada pelo jornal diário económico do Japão, Nikkei Asian.

A investigação será realizada para verificar se as empresas Apple e Google estão formentando seu domínio no mercado de sistemas operacionais com o objetivo de eliminar a concorrência e limitar drasticamente as opções dos consumidores.

Segundo Shuichi Sugahisa, secretário geral da Comissão Antitruste, o processo terá diversas etapas, entre elas entrevistar o público consumidor japonês.

“Serão realizadas entrevistas e pesquisas com operadores de sistemas operacionais, desenvolvedores de aplicativos e usuários de smartphones. A iniciativa explorará também as condições de mercado no segmento dos relógios inteligentes e outros vestíveis”, afirma Shuichi Sugahisa.

LEIA TAMBÉM:

–> Google e Apple estão sendo processadas por infração de patentes

–> Google e Apple são acusadas de “censura” por líder político russo

–> Apple está sendo processada por plágio no Estados Unidos; saiba por que


Segundo funcionários do governo japonês, o processo não será nada bom para ambas empresas, pois há uma percepção de que a concorrência no mercado de sistemas operacionais não existe.

Essa percepção é baseada nos seguintes números: a Apple detém cerca de 70% do mercado de celulares no país, enquanto que o Android aparece com 30%.

União Europeia x Apple

A Apple também está sofrendo acusações antitruste na União Europeia, por causa da tecnologia de chip NFC, que permite pagamentos sem contato via iPhones.

A chefe antitruste da União Europeia, Margrethe Vestager, afirma que a empresa está sendo observada desde junho do ano passado, quando iniciou a investigação sobre o Apple Pay.

A investigação será sobre os termos e condições do Apple Pay e o impedimento que há na utilização do sistema de pagamento por rivais.

No processo, a Apple pode ser multada em até 10% do seu faturamento total, caso sejam comprovadas a violação. De acordo com a receita da empresa de 2020, a multa pode chegar a SS$ 27,4 bilhões.

A Apple ainda não se pronunciou sobre nenhum dos dois casos.

Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários