InícioTecnologiaSistema de reconhecimento facial do Facebook será removido

Sistema de reconhecimento facial do Facebook será removido

Após mudar o nome da matriz para Meta, Facebook anuncia nova mudança. A rede social terá seu sistema de reconhecimento facial descontinuado.

Nesta terça-feira (2), o Facebook anunciou que irá desativar o sistema de reconhecimento facial da rede social, argumentando as preocupações da sociedade em relação ao uso da tecnologia. A função está ativa desde 2010 e serve para identificar automaticamente usuários em fotos e vídeos.

Segundo informações do G1, o vice-presidente de inteligência artificial do Facebook, Jerome Pesenti, afirmou em um blog que o serviço deverá ser restrito.

“Em meio a essa incerteza contínua, acreditamos que é apropriado limitar o uso do reconhecimento facial a um conjunto restrito de casos de uso”.

Haverá mudanças também na ferramenta automática de texto alternativo, onde são criados descrições de imagens para pessoas com deficiência visual. Nesse caso, os nomes de pessoas reconhecidas nas fotos não serão incluídas na ferramenta, que continuará funcionando normalmente.

LEIA TAMBÉM:

–> Facebook se transforma em ‘Meta’ e mira novos investimentos

–> Mark Zuckerberg tem planos de mudar o nome do Facebook

–> Coincidência? Dados de usuários do Facebook são colocados à venda


A remoção do sistema de reconhecimento facial pode ser resultado de um momento em que a indústria de tecnologia tem enfrentado problemas com o sistema nos últimos anos. A ferramenta é criticada, pois poderia estar identificando falsamente as pessoas como parte de crimes e até favorecendo rostos brancos em vez de pessoas de pele negra.

A empresa tem enfrentado uma grande crise com o recente vazamento de documentos internos nos Estados Unidos, além do Facebook estar na mira de reguladores e legisladores sobre a segurança dos usuários.

Por meio do comunicado, o Facebook (agora Meta), afirmou que

“Há muitas preocupações sobre o lugar que a tecnologia de reconhecimento facial ocupa na sociedade e os reguladores ainda estão no processo de fornecer um conjunto claro de regras para regirem seu uso”.

Ainda não há informações concretas de quando as mudanças entrarão em vigor, mas será sentida pelos usuários, já que mais de um terço fazem uso do sistema reconhecimento facial.

ViaG1
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários