InícioInternet Banda LargaInternet fibra óptica do Facebook terá ‘robôs’

Internet fibra óptica do Facebook terá ‘robôs’

Sim, a ‘soberana’ das redes sociais está prestes a entrar em um novo nicho de mercado, o das conexões fixas; entenda como será.

Divulgação Facebook/Wire - Projeto Bombyx
Imagem: Divulgação Facebook/Wire – Projeto Bombyx

Após enfrentar muitos questionamentos por suas políticas de mercado e até mesmo ‘domínio de mercado’ entre as redes sociais, o Facebook mira novos objetivos. Um deles é levar conectividade para milhares de pessoas, mais especificamente as áreas remotas com dificuldades de acesso. Em pronunciamento recente, a empresa relevou seu plano para conectar bilhões de usuários ao redor do mundo.

Há várias frentes de projetos. Um deles envolve um cabo submarino transatlântico que conectará a Europa aos Estados Unidos. O outro será um robô com capacidade de instalar fibra óptica e por último, mas não menos importante, há sistema que oferece internet de alta velocidade pelo ar, o Terragraph.


Obviamente, a empresa ainda enfrenta demoras com esses projetos. O robô intitulado “Bombyx”, por exemplo, nasceu em 2018. Já a construção do cabo de internet submarino segue pendente desde 2015.

Para Mike Schroepfer, são tecnologias com capacidades de levar fibra óptica ou internet com velocidades semelhantes ou superiores para as massas, ou com regiões com dificuldades de acesso. Uma maior rapidez também é mencionada, no comparativo com as instalações convencionais da tecnologia.

VEJA TAMBÉM:

–> Coincidência? Dados de usuários do Facebook são colocados à venda

–> Facebook e Ray-Ban lançam óculos com câmera dupla e assistente de voz

–> Falha que causou queda do Facebook, WhatsApp e Instagram é revelada

No caso do Bombyx e o Telegraph, são tecnologias com intenção de baratear o acesso à internet. Schroepfer destaca que quase metade do mundo ainda não tem conexão de qualidade, ou melhor, são pessoas que não possuem conectividade alguma.

E o preço é uma das principais razões para o ‘abismo digital’, segundo completou Dan Rabinovitsj, vice-presidente de conectividade do Facebook. Segundo o executivo, a empresa acelerou o acesso de mais de 300 milhões de pessoas.

Com informações de Wired e Convergência Digital

Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop. E-mail: [email protected]
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários