InícioEconomia e NegóciosJack Dorsey, CEO do Twitter, deixa o cargo da empresa

Jack Dorsey, CEO do Twitter, deixa o cargo da empresa

Embora tenha renunciado ao cargo, o executivo manterá sua posição no Conselho de Administração até 2022; saiba quem vai substituí-lo.

Nesta segunda-feira (29), o atual CEO e cofundador do Twitter, Jack Dorsey, anunciou que deixará o comando da rede social. No entanto, seguirá no Conselho de Administração até 2022, quando seu mandato terminará. Quem ocupará o cargo é o diretor de tecnologia do Twitter, Parag Agrawal. “Eu acredito que é importante dar para Parag o espaço que ele precisa para liderar”, afirmou Dorsey.

A saída de Dorsey já era especulada por investidores, o que fez as ações da empresa subirem na pré-abertura e após a abertura da bolsa de Nova York. Entretanto, por volta das 13h59, os papéis da rede social tiveram queda de 0,79% na bolsa, cotadas a US$ 46,69 após a renúncia. Na bolsa Nasdaq, após a notícia da saída do CEO, as ações subiram mais de 3%.

A notícia foi divulgada pelo próprio Jack Dorsey por meio de publicação no Twitter, onde dizia

“Decidi deixar o Twitter porque acredito que a empresa está pronta para seguir em frente”, disse Dorsey. “Minha confiança em Parag como CEO do Twitter é profunda. Seu trabalho nos últimos 10 anos foi transformador. Estou profundamente grato por sua habilidade, coração e alma. É a hora dele liderar”.

Essa não é a primeira vez que o executivo deixa o cargo de CEO ou de diretor-presidente da rede social. Ele ocupou a posição entre 2006 e 2008 e retornou em 2015.


LEIA TAMBÉM:

–> Telegram, Facebook, Twitter, TikTok e YouTube estão sendo investigados pelo MPF

–> CEO da Telecom Italia coloca cargo à disposição para acelerar a análise da oferta da KKR

–> Pietro Labriola é o novo Diretor-Geral da Telecom Italia

Em 2020, Elliott Management Corp, stakeholder do Twitter, tentou substituir Jack Dorsey, onde o fundador da stakeholder, Paulo Singer, questionou se o executivo deveria comandar as duas empresas (Twitter e Square) e solicitou que deixasse o cargo de CEO de uma delas, alegando que ele estava dando pouca atenção a rede social.

No entanto, Dorsey não atendeu o pedido e se defendeu dando a Elliott Management Corp e a firma de aquisições Silver Lake Partners assentos no conselho de administração do Twitter.

Confira o tuiter:

ViaCNN
SourceG1
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários