InícioEconomia e NegóciosGoogle e Apple estão sendo processadas por infração de patentes

Google e Apple estão sendo processadas por infração de patentes

Google e Apple estão sendo acusadas de infringir oito patentes por utilizar recursos de cancelamento de ruídos em seus produtos.

Não é a primeira vez que a Apple é acusada de copiar ou utilizar tecnologias patenteadas por outras empresas. Dessa vez, a Google também foi envolvida no caso de plágio.

Ambas empresas estão sendo processadas pela Jawbone Innovations, uma falida empresa responsável pela fabricação de wearables (dispositivos vestíveis).

A Jawbone Innovations está acusando a Google e a Apple de incorporarem recursos tecnológicos em dispositivos móveis, alto-falantes e fones de ouvido sem a sua permissão. As empresas infringiram oito patentes que são pertencentes a Jawbone, com recursos de isolamento de ruídos.

As patentes utilizadas se tratam de métodos de cancelamento de ruído por meio de hardware e software. O processo está sendo movido em uma corte do Texas, nos Estados Unidos.


LEIA TAMBÉM:

–> Google e Apple são acusadas de “censura” por líder político russo

–> TV Aberta: Google planeja lançar seu próprio serviço de televisão gratuita

–> Apple está sendo processada por plágio no Estados Unidos; saiba por que

A Jawbone alega que “todas as versões e variantes de iPhones, iPads, AiriPods e HomePods” usam o dispositivo infrator. Enquanto que a Google, utilizam os dispositivos em “todas as versões e variantes de smartphones, tablets e/ou notebooks, fones de ouvido, dispositivos domésticos inteligentes e outros dispositivos Android”.

Google e Apple entram para a lista de mais uma das empresas que estão sendo processadas pela Jawbone. Em maio, a empresa também abriu ação judicial contra a marca coreana, Samsung, com as mesmas infrações. O caso ainda não teve julgamento encerrado.

Processos contra a Apple

A companhia também está sendo processada por utilizar aplicativo de teclado para smartwatch, o FlickType, criada por Kosta Eleftheriou, e que foi lançado em 2018.

O aplicativo de teclado utilizado na nova versão do relógio inteligente da marca, o Apple Watch Series 7, é chamado de “QuickType”, e segundo Kosta Eleftheriou é bem similar ao “FlickType”.

O criador da FlickType, alega que já tentou vender o aplicativo para a companhia, mas foi recusado. Sendo até retirado da Apple Store para perder valor, segundo afirma Kosta Eleftheriou.

Após o lançamento do Apple Watch Series 7, Eleftheriou percebeu a similaridade com o seu aplicativo e decidiu levar o caso para a Justiça dos Estados Unidos por plágio.

Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários