InícioInternet Banda LargaRoubo de cabos gerou apagão de serviços para 7 milhões de usuários

Roubo de cabos gerou apagão de serviços para 7 milhões de usuários

Crimes envolvendo infraestruturas de telecom tiveram um aumento de 34% no ano passado.

Roubo de cabos gerou apagão de serviços para 7 milhões de usuários
Imagem: Polícia Civil/Divulgação

De acordo com a Conexis Brasil Digital – entidade que congrega as empresas de telecomunicações do país – 6,7 milhões de usuários tiveram o acesso a serviços de telecom cortados por conta da ação de criminosos no roubo ou furto de cabos no ano passado.

O número de clientes afetados é 34% maior do que o registrado em 2019, quando cerca de 5 milhões de usuários tiveram os serviços interrompidos.

A entidade também afirma que mais de 4,6 milhões de metros de cabos foram roubados ou furtados em 2020, um aumento de 16% em relação ao ano anterior.

A quantidade é suficiente para cobrir a distância que separa as cidades de Oiapoque, no Amapá, ao Chuí, no Rio Grande do Sul, mais o trajeto entre os municípios de São Paulo e Belo Horizonte.


VEJA TAMBÉM:

–> Seis pessoas são indiciadas por roubo de baterias das operadoras

–> Polícia prende em flagrante homem roubando equipamentos de telecom

–> Homem disfarçado de funcionário da Vivo é preso transportando drogas

O número de ocorrências também subiu, passando de 94 mil para 96 mil.

A Conexis também lembrou os casos de criminosos que estão sequestrando antenas de telefonia móvel ou infraestruturas utilizadas em redes fixas.

Tem ainda as ocorrências de vandalismo ou imposição de serviços piratas.

Além do prejuízo para as operadoras, o furto, roubo e receptação de cabos e equipamentos causam apagão em serviços aos consumidores, além de comprometer os serviços de utilidade pública como polícia, bombeiros e emergências médicas.

“O setor de telecomunicações defende uma ação coordenada de segurança pública envolvendo o Judiciário, o Legislativo e o Executivo, tanto o federal quanto os estaduais, e a aprovação de projetos de lei que aumentem as penas desses crimes e ajudem a combater essas ações criminosas”, afirmou a entidade em comunicado.

Somente neste mês, foram registrados pelo menos dois casos envolvendo o roubo de infraestruturas de telecom, sendo um em Minas Gerais e outro no Paraná.

Com informações de Assessoria de Imprensa Conexis Brasil Digital.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários