InícioTelefonia CelularTIM não consegue acompanhar crescimento da Claro e Vivo

TIM não consegue acompanhar crescimento da Claro e Vivo

Enquanto a Vivo segue ‘invicta’ na liderança do mercado de telefonia móvel, a Claro mantém um bom ritmo e exige foco para sua principal concorrente.

Imagem: Ilustração - Disputa entre Claro e Vivo
Imagem: Ilustração – Disputa entre Claro e Vivo

Vivo e Claro seguem como as grandes líderes do mercado de telefonia móvel no Brasil. Mas, ainda há uma grande vencedora entre elas e essa posição continua com a marca da Telefônica. Entre amor e ódio, a operadora ainda mantém um crescimento expressivo, fator que dificulta sua principal concorrente em alcançá-la.

Para entendermos melhor, checamos os dados da Anatel referente ao mês de julho de 2021. Em telefonia móvel, a Vivo somou aproximadamente 460 mil acessos contra 450 mil da Claro. É um crescimento muito semelhante em números, mas é importante lembrar, a primeira mencionada ainda detém 33% do mercado enquanto a segunda está com 27,6%.

De fato, a Vivo precisa apenas manter o ritmo de crescimento atual para continuar com vantagem em relação a sua principal concorrente. Mas, qualquer diminuição desse número ou queda pode ser fatal.

Atualmente, a Vivo conta com 81,43 milhões de acessos em telefonia móvel contra 68,22 milhões da Claro. A TIM vem logo depois com 51,58 milhões e um crescimento de 240 mil acessos em relação ao mês anterior. Um número baixo comparado a “ascensão” de suas principais concorrentes.


VEJA TAMBÉM:

–> Vivo oferece bônus de 10GB para clientes pré-pago

–> Claro oferta 20 GB por R$ 39,99 de forma relâmpago

–> TIM lança nova campanha para promover faculdade EAD pelo celular

Abaixo, confira como fica o gráfico em relação ao crescimento de cada operadora:

Gráfico produzido pelo Minha Operadora
Gráfico produzido pelo Minha Operadora

Já nas modalidades, o pós-pago ainda concentra os crescimentos mais expressivos nas duas principais operadoras do topo do ranking. A Claro, por exemplo, somou aproximadamente 320 mil clientes na base do pós contra 120 mil de crescimento no pré.

Já a Vivo ficou na marca dos 330 mil clientes somados no período e aproximadamente 130 mil no pré-pago.

*Os números apresentados na publicação acima possuem margem de erro

Com informações de Anatel

Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop. E-mail: [email protected]

25 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
25 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários