Embratel e Nokia são contratadas para levar conectividade para ferrovias brasileiras

Ideia é permitir que os trens passem a ser veículos cada vez mais autônomos.

Embratel e Nokia são contratadas para levar conectividade para ferrovias brasileiras

As empresas Embratel (pertencente ao grupo da Claro) e a Nokia anunciaram que vão fornecer soluções digitais e de conectividade para a Rumo, a maior operadora de ferrovias no Brasil. A ideia é oferecer maior cobertura, autonomia e comunicação entre as composições e os centros de controle.

O valor e os detalhes do negócio não foram revelados. A ideia é oferecer o serviço nos estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás e Tocantins.

Pelo lado da Embratel, a Rumo terá acesso a serviços como data center, nuvem, sistema de gestão e monitoramento, rádio, além da conexão 4G. A empresa deverá oferecer conexões seguras via satélite, LTE, Wi-Fi e P2P no interior do veículo, alternando automaticamente entre aquelas que estão disponíveis durante o percurso.

“A Embratel fornece ao cliente conexão segura e estável para otimizar as operações. O pacote de soluções contratado irá transformar as comunicações das composições da Rumo em nível nacional, com gerenciamento e monitoramento realizados 24 horas por dia, sete dias por semana pelo time especializado da Embratel”, afirma Marcello Miguel, diretor executivo de marketing e negócios da Embratel.

VEJA TAMBÉM:

–> Claro fecha nova parceria para o desenvolvimento de soluções 5G para o campo

–> Embratel fecha contrato com seguradora Pamcary

–> Claro Monitor: Embratel lança nova solução para fazer gestão de celulares

Já a Nokia vai fornecer os dispositivos para garantir a conectividade, como roteadores para agregar serviços a bordo dos trens. Os equipamentos serão resistentes a condições específicas das composições, como altas temperaturas ou excesso de vibração.

“Reunimos, no projeto para a Rumo, nossas mais avançadas tecnologias para auxiliar a companhia a otimizar suas operações, tornando-as mais seguras, estáveis, produtivas e exemplares para a era da Indústria 4.0 no país’, comenta Ailton Santos, diretor da Nokia para o Brasil.

O projeto também envolve oferecer conectividade banda larga 4G em um trecho de sombra satelital e que não possui cobertura móvel, em uma área de 45 km de extensão na Serra do Mar, no estado de São Paulo.

A ideia é que os trens passem a se tornar cada vez mais autônomos para a tomada de decisões.

“O uso de soluções da Embratel e da Nokia nos propiciam um avanço importante. Estamos em busca de constante evolução e acreditamos que esse projeto irá levar nossas operações a um novo patamar, tornando-as mais seguras e agregando cada vez mais qualidade para todas as frentes envolvidas”, analisa Roberto Rubio Potzmann, diretor de tecnologia da Rumo.

Com informações de Assessoria de Imprensa Embratel.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários