Google anuncia construção de cabo submarino que vai ligar Brasil aos EUA

Nova rota será batizada em homenagem a uma abolicionista e autora brasileira.

Google anuncia construção de cabo submarino que vai ligar Brasil aos EUA

Nesta quarta-feira, 9 de junho, o vice-presidente do Google Cloud, Bikash Koley, anunciou a construção do Firmina, um novo cabo submarino que ligará diretamente a costa leste dos Estados Unidos à Praia Grande, no Brasil.

A nova infraestrutura também terá rotas extras na América do Sul, passando por Punta del Este, no Uruguai, e Las Toninas, na Argentina.

Segundo o Google, o Firmina será o cabo submarino mais longo do mundo capaz de funcionar inteiramente de uma única fonte de energia em uma extremidade do cabo, caso as outras fontes de energia ficarem temporariamente indisponíveis.

A ideia é que a rota vai melhorar o acesso aos serviços do Google para os usuários na América do Sul.

VEJA TAMBÉM:

–> EllaLink: Cabo submarino de R$ 1 bilhão é ativado

–> Confira quanto vai custar a fibra de 2 Gbps do Google

–> Parceria entre Globo e Google pode acabar com travamentos no Globoplay

O cabo conta com 12 pares de fibra, com o objetivo de garantir acesso rápido e baixa latência ao Search, Gmail, YouTube, entre outros serviços.

O nome do cabo é uma homenagem à Maria Firmina dos Reis (1825 – 1917), uma abolicionista e autora brasileira cujo romance, “Úrsula”, de 1859, retratava a vida de afro-brasileiros sob a escravidão.

“Procuramos homenagear um pessoa luminosa que trabalhou para promover a compreensão humana e a justiça social. Com este cabo, temos o prazer de chamar a atenção para seu trabalho e espírito pioneiros”, afirmou Koley.

Além do Firmina, o Google tem investimentos em outros 15 cabos submarinos, como Dunant, Equiano e Grace Hopper, além de consórcios como Echo, JGA, INDIGO e Havfrue.

Em abril passado, o Tannat, construído pela Google e a Telefónica (controladora da Vivo no Brasil), entrou em operação, ligando o Brasil à Argentina.

Além do Google, o Brasil também participará da construção do cabo submarino Humboldt, a primeira infraestrutura a interligar a América do Sul à Oceania e à Ásia.

Com informações de Google.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários