InícioEconomia e NegóciosAções da Oi despencam na Bolsa durante abril

Ações da Oi despencam na Bolsa durante abril

Vivo e TIM também apresentaram resultado negativo no mês passado.

Ações da Oi despencam durante abril

Após um mês acumulando alta, os papéis da Oi negociados na Bolsa de Valores (B3) apresentaram queda no mês de abril de 2021.

No mês passado, as ações ordinárias (OIBR3) da operadora variaram -10,99%, fechando o mês sendo contatadas a R$ 1,70.


No dia 9 de abril, os papéis chegaram a valer R$ 2,07, época em que havia a expectativa sobre o aceite por parte da Oi da proposta de exclusividade do Grupo BTG Pactual para a compra majoritária da Infraco, a nova empresa de fibra da operadora.

Entretanto, as ações seguiram a tendência de queda no restante do mês.

VEJA TAMBÉM:

–> Operadoras rivais poderão acompanhar processo de venda da Oi Móvel

–> Justiça autoriza Oi a vender imóveis e levantar R$ 48,5 milhões em caixa

–> Claro, Vivo, TIM e Oi somam 216 mil reclamações na Anatel em março

O mesmo vale para as ações preferenciais (OIBR4), que registraram variação de -11,19%, encerrando o mês com o preço de R$ 2,38.

Apesar de uma disparada no ano passado, em 2021 as ações da Oi estão com baixo desempenho.

Nos últimos quatro meses, os papéis OIBR3 acumulam baixa de 20% e a OIBR4 queda de -14%.

Mesmo assim, analistas do Credit Suisse elevaram o preço-alvo das ações ordinárias da Oi para R$ 1,80 (ante os R$ 0,50), um número considerado cauteloso, já que fecharam o último pregão a R$ 1,70.

Evolução no mês de abril das ações OIBR3 (Oi) na B3. Imagem: InfoMoney
Evolução no mês de abril das ações OIBR4 (Oi) na B3. Imagem: InfoMoney

Vivo

As ações da Vivo (VIVT3) apresentaram uma leve queda de -2,33% no mês de abril, fechando o pregão na sexta-feira, 30 de abril, sendo cotada a R$ 43,20.

A maior alta foi registrada no dia 8 de abril (R$ 45,18) e a maior baixa no dia 28 de abril (R$ 42,60).

Segundo análise do Safra, as ações da Vivo estão atrativas e devem subir até R$ 58.

Com o fechamento da compra da Oi Móvel, atualmente em análise no Cade, os papéis da Vivo podem chegar a R$ 61.

“Após a aprovação regulatória para a venda da unidade móvel da Oi, a Vivo deve consolidar sua posição dominante no setor, apesar de não ter ficado com a maior fatia dos ativos”, afirmaram os analistas Luis Azevedo e Silvio Dória, do Safra.

Evolução no mês de abril das ações VIVT3 (Vivo) na B3. Imagem: InfoMoney

TIM

A TIM também apresentou resultado negativo na Bolsa de Valores, com variação de -3,79%, com as ações encerrando abril com a cotação de R$ 12,19.

A maior alta foi registrada no dia 1º de abril (R$ 12,79) e a maior baixa no dia 22 de abril (R$ 11,81).

Evolução no mês de abril das ações TIMS3 (TIM) na B3. Imagem: InfoMoney

Resultados financeiros do primeiro trimestre

Nesta semana, no dia 5 de maio, a TIM deverá apresentar os resultados financeiros referente ao primeiro trimestre de 2021.

No dia 11 de maio será a vez da Vivo e no dia 12 a Oi.

A Claro apresentou os resultados na semana passada, reportando uma queda de -0,3% na receita líquida.

Vale lembrar que a Claro não possui ações negociadas na Bolsa brasileira.

Com informações de Investing e InfoMoney.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários