Em parceria com startup, Claro oferece redes 4G e 5G para entregas por drone

Acordo firmado com a Speedbird prevê transporte e entregas de mercadorias leves.

Drone carregando pacote com o logotipo da Claro.
Imagem ilustrativa.

A Claro divulgou nesta quinta-feira, 15, que firmou um acordo para a realização de transporte e entrega de mercadorias leves através de drones.

A parceria é com a startup, Speedbird Aero, e prevê a conectividade da Claro em 4G e 5G. Vale destacar que apesar desse último tipo de rede ainda estar em fase de desenvolvimento, a operadora já conta com o 5G DSS.

Além da operadora, outras cinco empresas também fecharam parceria com a Speedbird, como iFood, Hermes Pardini e Mercedes-Benz.

O acordo é celebrado pela Claro como mais uma parceria com clientes corporativos e empresas com ecossistema de inovação aberto para a Indústria 4.0 e de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês).

A utilização da rede móvel, principalmente a do 5G, deve contribuir para que o drone apresente uma maior consciência situacional e posicionamento preciso, enquanto permanece conectado.

VIU ISSO?

–> Aplicativo do Facebook Watch está disponível para usuários do Claro box tv

–> Vivo e Ericsson usam rede móvel para fazer drone voar no Futurecom

–> Claro terá plano inicial de 50 GB para o 5G DSS

Isso será importante para os momentos em que a aeronave não tripulada sair do campo de visão do operador em áreas urbanas.

A Speedbird Aero possui drones que têm a capacidade de transportar produtos e medicamentos de até 8 Kg. No Brasil, a empresa que já atua em outros países, possui autorização para voos experimentais em rotas das cidades de Campinas e Franca, localizadas no interior de São Paulo.

Agora, tanto a startup quanto a Claro estão trabalhando juntas e estudando novas rotas que dependem de autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Além disso, a operadora acredita que irá se tornar a primeira empresa de telecomunicações do país a possuir drone de carga com rotas aprovadas pela Anac e pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).

Segundo o diretor de marketing da Claro, Márcio Carvalho, essa é uma oportunidade para a operadora, juntamente com a Speedbird Aero, “desbravar e acelerar o processo de logística aérea não tripulada no Brasil, por meio de um sistema 100% automatizado, que funciona com infraestrutura de rede celular 4G LTE e 5G.

Com informações de Teletime.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários