WhatsApp libera nova funcionalidade para o Android

Empresa também está testando no Brasil a possibilidade de importar figurinhas animadas de outros aplicativos.

O WhatsApp começou a liberar aos poucos uma nova funcionalidade no aplicativo de mensagens que permite “mutar” vídeos.

O recurso já vinha sendo alvo de rumores e agora recebe confirmação.

Com ele, é possível remover o áudio diretamente na ferramenta de edição de vídeos do app.

Na prática, o recurso permite retirar falas e sons indesejados ou que eram desnecessários nos vídeos, antes de compartilhar com amigos, em grupos ou no status do WhatsApp.

VIU ISSO?

–> Em petição, usuários pedem à TIM o uso ilimitado do Telegram

–> WhatsApp e Instagram podem ser vendidos; entenda

–> Facebook pode ser processado por comprar WhatsApp e Instagram

Por enquanto, a novidade chega primeiro no sistema Android, conforme o aplicativo é atualizado nos aparelhos.

Além disso, o WhatsApp começou a testar no Brasil, Índia e Indonésia, a possibilidade de importar figurinhas animadas de outros aplicativos, por exemplo, o Sticker Maker, que cria desenhos animados a partir de GIFs e vídeos.

O app de mensagens já aceitava a importação de figurinhas, mas apenas na versão estática (sem movimento).

Outra funcionalidade esperada – que ainda não tem um anúncio oficial de liberação – é a possibilidade de compartilhamento de contas em diferentes dispositivos.

No WhatsApp Business, por exemplo, o recurso permitiria que um mesmo número se tornasse acessível para várias pessoas de uma equipe comercial de uma empresa, por exemplo.

Polêmica das novas regras de privacidade

Nas últimas semanas, o Facebook (proprietário do WhatsApp) está envolvido em uma polêmica sobre as novas regras propostas de compartilhamento de dados.

A ideia é que dados de usuários do WhatsApp poderiam ser compartilhados com o Facebook, que seriam utilizados em futuras ferramentas de e-commerce e publicidade.

Aqueles usuários que não concordarem com as novas regras não poderão utilizar o aplicativo de forma completa, tendo a leitura e envio de mensagens bloqueados temporariamente.

A empresa orienta que usuários exportem o histórico de bate papo e baixem um relatório da conta antes de 15 de maio, caso não pretendam continuar a utilizar o WhatsApp.

Com informações de Gadgets 360 e Canaltech.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários