WhatsApp vai bloquear mensagens de quem não aceitar novas regras

Empresa detalhou o que acontecerá com aqueles usuários que não concordarem com as alterações de privacidade do aplicativo.

Novas regras do WhatApp gera polêmica entre usuários.

Mark Zuckerberg está realmente disposto a prosseguir com as novas regras de privacidade para o WhatsApp.

Em uma nova publicação no blog da plataforma, a empresa detalhou o que acontecerá com aqueles usuários que não concordarem com as mudanças.

A partir de 15 de maio de 2021, se a pessoa não aceitar a nova política de privacidade, o WhatsApp não excluirá a conta. Entretanto, algumas funcionalidades serão restritas.

Por um determinado período (de algumas semanas), o usuário ainda poderá receber chamadas e notificações, mas não poderá ler ou enviar mensagens pelo aplicativo.

VIU ISSO?

–> WhatsApp adia mudança após polêmica

–> Em petição, usuários pedem à TIM o uso ilimitado do Telegram

–> Qual o número do WhatsApp da Vivo?

Para quem não deseja continuar a utilizar o aplicativo, a postagem do WhatsApp recomenda exportar o histórico de bate papo e baixar um relatório da conta antes de 15 de maio.

A empresa de Mark Zuckerberg ressalta que a exclusão da conta não pode ser revertida, apaga históricos de mensagens, remove o usuário de grupos e exclui backups.

Novas regras do WhatsApp

A nova política de privacidade do WhatsApp tem sido criticada por usuários do aplicativo de mensagens instantâneas.

A ideia de Mark Zuckerberg é compartilhar dados entre o WhatsApp e o Facebook, com o objetivo de fundir as duas plataformas e lançar novas ferramentas de e-commerce.

O anúncio em janeiro passado tem feito muitos usuários migrarem para outras app rivais, como o Telegram.

Além dos usuários, as autoridades veem com preocupação o risco para a privacidade de dados pessoais.

O WhatsApp é utilizado por cerca de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo.

Com informações de Tech Crunch.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários