TIM abre vagas para pessoas com deficiência

Objetivo da operadora é aumentar em 35% seu quadro de profissionais com deficiência até 2022.

Imagem de uma homem contra-luz em uma cadeira de rodas.
Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil.

Pensando em estimular uma cultura mais diversa e inclusiva no mercado de trabalho, a TIM abriu vagas para pessoas com deficiência. Para cadastrar seu currículo, basta acessar o site da operadora.

Na página da TIM é possível encontrar vagas para quem deseja trabalhar com Call Center, nas lojas da operadora, em áreas de liderança, ou participar de programas de estágio.

A Empresa afirma que vem buscando revisar os perfis profissionais exigidos, valorizando características como criatividade, empatia, colaboração e mente aberta.

Além disso, é exigido que os candidatos sejam maiores de 18 anos e possuam o ensino médio completo. A remuneração é variável e compatível como o mercado.

A TIM oferece alguns benefícios para os contratados, como vale-refeição e/ou alimentação, assistência médica e odontológica, seguro de vida, previdência privada, participação nos resultados, celular corporativo, entre outros.

VIU ISSO?

–> Prédio da TIM é evacuado por conta do coronavírus

–> TIM quer mais mulheres em áreas tecnológicas

–> TIM mantém índice de sustentabilidade na B3 por 13 anos seguidos

Outra medida adotada pela empresa, com base em um novo acordo coletivo de trabalho negociado com as federações sindicais, é que ela vai assegurar políticas para a valorização e inclusão da diversidade.

Entre elas, garantir que pessoas com deficiência que exerçam funções compatíveis com o home office, possam optar por trabalharem de casa de forma permanente.

O objetivo disso é minimizar os transtornos causados por conta do deslocamento até o ambiente de trabalho. Atualmente, todos os profissionais da empresa estão trabalhando de casa, por causa da pandemia de Covid-19.

Grupos de Afinidade

Uma das iniciativas da operadora foi a criação de grupos de afinidade que discutem pautas para o estímulo da diversidade no ambiente de trabalho.

O grupo dedicado a inclusão de pessoas com deficiência conta com, aproximadamente, 100 colaboradores que trabalham com ações de recrutamento e seleção, comunicação, educação e acessibilidade.

Com base nos trabalhos dos grupos de afinidade, a TIM estabeleceu a meta de aumentar em 35% seu quadro de profissionais com deficiência até 2022.

Com informações de Assessoria de Imprensa.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários