Saiba quando o Clubhouse deve chegar no Android

Cofundador do Clubhouse prometeu um prazo para levar o aplicativo aos smartphones com sistema do Google; saiba mais.

Página de download do Clubhouse na App Store (iOS)
Imagem: Divulgação App Store (iOS)

Que o Clubhouse é a rede social do ano ninguém pode negar. No entanto, seu uso ainda é um tanto quanto restrito, já que o aplicativo é suportado apenas por smartphones com sistema iOS. Para completar, usuários precisam ainda de convite para participar.

Pressionada sobre a “inclusão” no sistema Android, a empresa destaca que trabalha duro para conseguir tal feito. Um desenvolver de software especializado no sistema do Google foi contratado no mês passado, inclusive.

Entretanto, ainda pode levar alguns meses para que o aplicativo chegue ao Android. Portanto, os ansiosos para testar a rede terão que aguardar mais um pouco. Mas afina, qual é a previsão?

Paul Davison, cofundador da rede social, destacou que o lançamento deve ocorrer no fim da primavera ou início do verão de 2021. O período, de acordo com a época das estações do ano nos EUA, corresponde aos meses de maio, junho ou julho.

VIU ISSO?

–> Clubhouse: TIM faz estreia na nova rede social da moda
 
–> Dailymotion: Famosa plataforma de vídeos finalmente desembarca no Brasil

–> Multa brasileira à Apple gera repercussão internacional

O lançamento do Clubhouse fez com que muitos usuários tivessem memórias afetivas do Orkut, que também surgiu com a exigência de “convites” para participação no site.

No entanto, a ousadia da nova rede social foi viabilizar apenas mensagens de áudio sobre diversos assuntos. Textos não são permitidos. É uma dinâmica que distancia a proposta da concorrência formada por Instagram, Facebook e outras.

Por sinal, a empresa de Mark Zuckerberg já prepara seu próprio “Clubhouse”, em resposta ao fenômeno da nova rede. Twitter e Telegram também já pensam em ‘alternativas’.

Tudo indica que a ideia deve ser implantar ‘salas de áudio’ embutidas no Facebook, uma estratégia vista como promissora para voltar a concentrar usuários na rede.

Com informações de TechCrunch

About Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários