InícioDefesa do ConsumidorNa Coréia, usuários insatisfeitos com o 5G poderão ser indenizados

Na Coréia, usuários insatisfeitos com o 5G poderão ser indenizados

Ação coletiva na Justiça quer obrigar operadoras a pagar clientes por não oferecer redes móveis com a velocidade prometida.

Enquanto o governo e empresas no Brasil estão na fase das promessas para o vindouro 5G, na Coréia do Sul usuários já reclamam da rede móvel de nova geração.

Uma ação coletiva quer obrigar as três principais operadoras móveis sul-coreanas – a SK Telecom, KT e LG Uplus – a indenizar usuários que se sentem insatisfeitos com a qualidade do 5G.


Segundo eles, a conexão móvel ofertada não trouxe as melhorias que foram prometidas pelas empresas.

Inicialmente, a promessa era que o 5G ofereceria velocidades 20 vezes mais rápidas que o 4G.

VIU ISSO?

–> Presidente da Anatel diz que operadoras podem implantar o 5G não-standalone

–> Fábio Faria promete leilão do 5G para daqui 100 dias

–> Fábio Faria promete 20 pontos 5G no Brasil até o final do ano

Entretanto, um relatório governamental no final do ano passado indicou que a velocidade média da conexão de quinta geração era apenas quatro vezes mais rápida que a geração anterior.

Cerca de 1 mil usuários já integram a ação coletiva e pedem que cada usuário que se sentir prejudicado receba a indenização de 1 milhão de won (R$ 4.845,70 na cotação atual).

De acordo com o advogado responsável pela ação, Kim Jin-wook, o 5G não apresentou uma melhoria perceptível em relação às redes 4G, além de possuir desvantagens, como a disponibilidade limitada.

“Considerando que os planos 5G mensais são cerca de 50.000 won [R$ 242,28] mais caros do que os planos 4G LTE, esperamos cerca de 1 milhão de won em compensação para usuários inscritos em planos de dois anos”, afirmou o advogado.

A ação deverá ser ajuizada em maio, para que mais usuários insatisfeitos a integre.

Até janeiro passado, a Coreia do Sul registrou 12,87 milhões de usuários no 5G, o que corresponde a 18% do total de acessos da telefonia móvel no país.

As operadoras sul-coreanas já implantaram mais de 166 mil estações rádio base (ERBs) 5G, 19% do total de torres 4G.

Por enquanto, o 5G está disponível em grandes áreas urbanas, como a capital Seul.

Conhecido pela inovação tecnológica, a Coréia do Sul foi o primeiro país a lançar uma rede comercial 5G, em abril de 2019.

Com informações de Yonhap News Agency.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

5 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
5 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários