Redes das operadoras estão afetadas em 50% no Amapá

Liberação do roaming pode ter sido uma saída crucial para minimizar impactos da crise no estado, que segue com problemas de eletricidade.

Ilustração apagão - Wikipedia
Imagem: Wikipedia

Na telefonia móvel do Amapá, as redes das operadoras estão afetadas em 50%. Já na banda larga e telefonia fixa, a Oi está com 90% de disponibilidade.

Mas, há uma expectativa dentro da Anatel a respeito do roaming, que foi liberado na localidade.


Com ele, moradores da região podem acessar a rede de qualquer operadora, assim não ficam desprovidos dos serviços de telecomunicações nas áreas de cobertura.

Cerca de 90% da população do Amapá ficou sem energia elétrica a partir do dia 3 de novembro, após um incêndio na principal subestação de energia local.

VIU ISSO?

–> ‘Atendimento ao cliente’ da Anatel leva prêmio internacional

–> Leilão da Oi Móvel já tem data definida

–> STF emite mais uma decisão favorável às operadoras

Atualmente, o fornecimento é no esquema de rodízio, no período de seis horas, e já atende 65% dos moradores no estado.

Outra informação relevante é que a Companhia Elétrica do Amapá (CEA) priorizou o retorno de carga às estações de radiobase, prioritária para o serviço das teles.

A propósito, um dos principais desafios por parte das operadoras foi a negociação de combustíveis para alimentar geradores de energia.

Com informações de Tele.Síntese

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários