Pandemia aumentou demanda por Inteligência Artificial, segundo a Oi

Operadora ouviu executivos durante evento; entenda por qual motivo os serviços do setor ganharam ainda mais relevância.

Ilustração - Inteligência Artificial
Imagem: Pikrebo

Se antes a Inteligência Artificial era considerada apenas para automação do relacionamento com clientes, a pandemia provou que a utilidade é maior do que os executivos imaginavam.

Quem concluiu a informação foi a Oi Soluções, braço de B2B da tele carioca, que promoveu um encontro onde clientes e executivos tiveram a oportunidade de destacar essa “virada de chave”.


Em comunicado, a operadora destaca que um estudo da IDC aponta que o interesse das empresas em implantar essas tecnologias saltou de 49% para 59% em maio de 2020.

Mas, qual é o motivo? A premissa é simples: tecnologia gera otimização, agilidade, eficiência e potencial competitivo.

VIU ISSO?

–> Oi Soluções adiciona novas camadas de segurança em seus serviços

–> Oi Soluções: entenda a nova estratégia da operadora

–> Oi Soluções oferece internet banda larga de até 10 Gbps

Soluções de inteligência artificial possuem capacidade de traduzir dados em informações. É uma funcionalidade que supri a dificuldade de muitas empresas.

“Dentre os projetos da Oi Soluções, temos, por exemplo, alguns voltados para a Segurança Pública em que é possível identificar pessoas a partir da captura de dados por meio de câmeras. Esses dados são traduzidos e trabalhados para os órgãos de segurança”, destacou Adriana Viali, head do Oi Soluções.

A atual e crescente demanda é crucial para a operadora ampliar sua receita com clientes corporativos.

O Oi Soluções foi lançado em dezembro de 2019, com soluções personalizadas que vão de acordo com a demanda das companhias interessadas.

Com informações de Assessoria de Imprensa Oi

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários