Oi Soluções: entenda a nova estratégia da operadora

Empresa reuniu convidados e jornalistas para o grande anúncio do novo posicionamento.

Imagem: Assessoria Oi

Após os últimos resultados e uma série de rumores, a Oi (OIBR3 / OIBR4) sai em busca da transformação. Com isso, surgem novos posicionamentos e estratégias, o último anunciado foi o lançamento do Oi Soluções, que pode coloca-la à frente da concorrência pela inovação.

A expansão da fibra ótica segue a todo vapor. Rodrigo Abreu, diretor de operações, destaca inclusive que a empresa tem o maior plano de expansão de rede FTTH do mundo. Perde apenas para a China.


Mas, é a hora de olhar para o segundo maior negócio da empresa, o B2B. É aqui que surge o Oi Soluções, definido a partir do plano de transformação da companhia e da definição de seus novos pilares estratégicos.

“A transformação da Oi passa por um caminho de atingimento da sustentabilidade a longo prazo. Para que isso acontecesse, a empresa precisou passar por várias fases, mas sempre foi necessário olhar para quatro grandes elementos da nossa sustentabilidade: estrutura financeira, ambiente regulatório, governança e qualidade da operação”, comentou Rodrigo Abreu, diretor de operações.

O executivo destaca que o B2B da Oi é, foi e será a maior operação para clientes corporativos entre operadoras brasileiras. Na continuidade, ele enfatiza que a empresa continuará com esse destaque.

Foi a operação que mais ganhou market share para a Oi nos últimos meses, com R$ 1 bilhão investido no período de três anos. Para 2020, o objetivo é duplicar os investimentos no B2B.

VIU ISSO?

–> Oi começa a cogitar venda da operação móvel

–> Oi lança novo produto digital durante a CCXP19

–> Prejuízo da Oi cresce 330% em relação a 2018

Abreu destaca que hoje existe uma Oi renovada, motivada e pronta para continuar entre as maiores empresas de telecomunicações do país.

“A gente começa no novo mundo, que no passado foi baseado na voz, no cobre e em pouco tempo se transformou para um cenário de fibra, espectro, dados e serviços. É isso que a gente traz tão bem no nosso DNA. A capacidade de transformação tecnológica e olhar para aquilo que tudo isso pode gerar”, disse o atual COO da Oi.

Após a apresentação, Adriana Viali, head do Oi Soluções, se aprofundou na nova solução da companhia para os clientes corporativos. A ideia é entregar uma oferta cada vez mais customizada para as empresas.

Ou seja, o lançamento na CCXP 2019 condiz com o que a empresa realmente quer mostrar do novo posicionamento. Afinal, o evento possui uma demanda específica para abrigar estrelas internacionais, transmissões ao vivo e outras atividades que demandam grande velocidade de internet.

“Em uma analogia simplista, é como se a nossa rede tivesse a capacidade de fazer o download de 308 milhões de filmes em Full HD. É essa a disponibilidade que a Oi entrega para o mercado corporativo”, destacou Viali.

Sobre estratégias, a companhia busca uma atuação pronta para gerar receitas e reduzir custos. É uma reestruturação para ampliar, desenvolver e expandir os negócios que são cada vez mais lucrativos para a marca.

Trata-se de um novo produto que abraça a utilização da Internet das Coisas, soluções de segurança tecnológicas e outras plataformas que serão de grande utilidade para empresas.

No evento de apresentação, a head do Oi Soluções destacou até mesmo que os convidados já puderam testar a tecnologia de reconhecimento facial, com a chegada sem necessidade de apresentação, apenas com a retirada da credencial.

A companhia como um todo fará um investimento de R$ 7 bilhões para as futuras operações.

* O Minha Operadora acompanhou as apresentações a convite da Oi.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
9 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Adalmo Reis

No aspecto do móvel, só tem uma soluçao para a Oi: investir em antenas, do contrário pode criar a promoçao que for que nao surgirá efeito.

Cidade - UF
Ipatinga
Erick Nilson Silva

A Oi pretende vender a telefonia móvel…
Por isso acredito que ela irá investir muito pouco…

Cidade - UF
Anapolis GO
Marcelo Alves

21 anos no mercado a oi não valorizou o cliente ,está perdendo feio para vivo que sempre expandiu a cobertura e aumentou a quantidade de antenas em todas as cidades, esse é o segredo do sucesso não ficar parado ,acorda oi

Cidade - UF
Brasília
Erick Nilson Silva

Tem um detalhe que não te contam:
Durante 20 anos, sò a Oi era obrigada a manter orelhões funcionando no Brasil todo (a Vivo so era obrigada a manter orelhoes em SP), gastando milhões por ano (300 milhoes por ano).
Agora com a PLC 79 a Oi nao precisa mais investir em orelhoes e agora vai poder investir em fibra/4G.

Cidade - UF
Anapolis GO
Carlos Barros

No passado recente, a OI maltratou clientes com serviço de má qualidade, cobrando tarifas altas na telefonia fixa, valores de assinatura exorbitantes. Hoje está agonizando.

Cidade - UF
Ceará
Erick Nilson Silva

Tem um detalhe que não te contam:
Durante 20 anos, sò a Oi era obrigada a manter orelhões funcionando no Brasil todo , gastando milhões por ano (300 milhoes por ano).
(a Vivo so era obrigada a manter orelhoes em SP)
Agora com a PLC 79 a Oi nao precisa mais investir em orelhoes e agora vai poder investir em fibra/4G.
Mas a Oi pretende vender a telefonia móvel até 2021.

Cidade - UF
Anapolis GO
Erick Nilson Silva

AVANTE Oi!
A Oi pretende vender a telefonia móvel e investir só em fibra/internet/telefonia fixa residencial e comercial…
E acredito que realmente a Oi irá vender a parte de telefonia móvel;
A Vivo já estaria interessada na parte móvel da Oi.

Cidade - UF
Anapolis GO
Jean Michel Skaleé

As autoridades não aprovarão a venda pra Vivo. Seria um acúmulo muito grande de mercado. Se a Tim já está dando “xilique” pq a claro comprou a nextel, imagina a vivo comprando a oi kkkkkkk

Cidade - UF
Marechal Candido Rondon -PR
Erick Nilson Silva

Também penso o mesmo.
Vai concentrar o mercado na mão da Vivo.
A TIM também tem interesse na Oi.
Mas eu acho que a Oi vai acabar saindo sozinha do buraco e vai acabar não vendendo a telefonia móvel.

Cidade - UF
Anapolis GO