Governo Federal deve usar 5G para se aproximar de Joe Biden

Muito próximo ao atual presidente Donald Trump, Jair Bolsonaro ainda precisa entender qual será a relação com o futuro comandante da Casa Branca.

Jair Bolsonaro. Imagem: Flickr Palácio do Planalto
Jair Bolsonaro. Imagem: Flickr Palácio do Planalto

O 5G deve virar um pretexto para uma aproximação entre Jair Bolsonaro e Joe Biden, eleito o futuro presidente dos Estados Unidos.

Na prática, o Brasil deve começar a acenar para a China e a Huawei, que é desejada pelas operadoras brasileiras para o fornecimento da conectividade de quinta geração.

Mas, ao que tudo indica, serão movimentos estratégicos para atrair a atenção do novo Governo dos Estados Unidos.

Afinal, os norte-americanos não vão querer perder o possível apoio do Brasil na guerra comercial contra a China.

VIU ISSO?

–> Vitória de Biden já faz Bolsonaro reconsiderar banimento da Huawei

–> Como fica o 5G brasileiro com a vitória de Joe Biden?

–> Huawei deve recorrer à Justiça para não ser banida no Brasil

A questão aqui é que a forte proximidade entre Jair Bolsonaro e Donald Trump pode ser uma barreira para a relação do presidente do Brasil com Joe Biden.

Por isso, será feita essa estratégia para aproximar novamente as duas nações.

A tecnologia da Huawei é vista como uma solução mais barata para fornecimento do 5G. Um banimento, inclusive, pode acarretar em aumento de preços.

Pois as operadoras terão que trocar todos os seus antigos aparelhos, até mesmo os que viabilizam 3G e 4G.

Com informações de Lauro Jardim (O Globo)

About Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
8 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários