Eleições online: o que se sabe até o momento

Sistema para eleições online deve permitir que o leitor vote de qualquer lugar, pelo celular ou computador.

Ilustração - Urna eletrônica
Imagem: Wikimedia Commons

Já imaginou não precisar sair de casa para votar? Ter a oportunidade de fazer isso com um smartphone ou computador? Pois é, essa é a ideia do sistema de “Eleições Online” estudada pelo Governo Federal.

Um edital publicado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no dia 28 de setembro, mostrou que há uma busca por empresas de tecnologia com capacidade de desenvolver um sistema virtual para votação.


Ao todo, foram 31 companhias que demonstraram interesse. Na lista, há pequenas startups e gigantes como Amazon e IBM.

Mas, engana-se quem pensa que a alternativa é cogitada por conta da pandemia do novo coronavírus. De fato, seria uma solução interessante para evitar possíveis aglomerações, já que não há vacina ou medicação até o momento.

Porém, o principal objetivo é a redução de custos com as eleições. O TSE deve gastar cerca de R$ 699 milhões com urnas eletrônicas só em 2020. Os equipamentos podem ser utilizados por até quatro anos.

VIU ISSO?

–> Teles vão oferecer acesso gratuito ao site da Justiça Eleitoral

–> Claro Box TV terá taxa de adesão para quem não é cliente Claro

–> Clientes TIM já são atendidos pelo computador Watson

Primeiros testes

Se nada mudar, o sistema de voto online será mostrado já em 2020. Três cidades brasileiras terão votação online, com candidatos fictícios em testes.

A realização será em colégios eleitorais de São Paulo (SP), Curitiba (PR) e Valparaíso de Goiás (GO).

As empresas montarão estandes no local e o TSE acompanhará os resultados.

Entre as exigências de segurança estão a identificação do eleitor por biometria digital ou facial, sigilo de voto e mecanismos de auditoria.

Claro e IBM estão no páreo

Apesar de ter demonstrado interesse, a gigante Amazon não é mencionada nos documentos públicos do TSE. Duas que estão no páreo são Claro e IBM.

O TSE participa de frequentes chamadas de vídeo com as interessadas e discute o projeto, até então chamado de “Eleições do Futuro”.

A previsão é que as propostas sejam demonstradas no dia 15 de novembro, primeiro turno das eleições municipais, conforme mencionado acima.

O que diz o presidente Jair Bolsonaro

Em um encontro com apoiadores, divulgado recentemente, Jair Bolsonaro emitiu algumas opiniões sobre a ideia das “eleições online”.

De forma sucinta, o presidente alegou que prefere o papel acoplado ao eletrônico, pois é a melhor forma de não ter fraude nas votações.

Entretanto, afirmou desconhecer o funcionamento de uma eleição online, via smartphone, mas desconfiou.

Na visão do presidente, pode ser um sistema que facilita a “compra de votos”, já que os infratores poderão acompanhar a prática ilegal pelo celular do eleitor.

Com informações de UOL e TSE

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais votado
mais novo mais antigo
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Eduardo Silva Feitosa

Que maravilha! Assim poderei votar em branco com toda a comodidade do mundo.

Cidade - UF
Balsas - MA
Jefferson

Racista

Cidade - UF
Recife