Dona da Claro reduziu investimentos ao longo de 2020

Aportes devem fechar o ano entre 25% e 30% abaixo do projetado.

Nesta quarta-feira, 21, durante teleconferência de apresentação de resultados, a America Movil, controladora da Claro no Brasil, afirmou que deve encerrar o ano com um investimento (capex) entre 25% e 30% abaixo do planejado.

De acordo com Daniel Hajj, CEO da companhia mexicana, os aportes serão de cerca de US$ 6 bilhões (R$ 33,69 bilhões na cotação atual). Anteriormente, a projeção era de US$ 8,5 bilhões (R$ 47,73 bilhões).


O executivo alegou que a pandemia da Covid-19 foi a responsável pela redução, por conta da dificuldade de execução de projetos durante o isolamento social, além do adiamento de investimentos que não eram considerados prioritários.

Para 2021, Hajj afirma que o investimento deve ser maior do que o gasto neste ano.

VIU ISSO?

–> Dona da Claro prevê R$ 30 bilhões de investimentos no Brasil

–> CEO da Claro defende apenas três operadoras no mercado móvel

–> Dona da Claro anuncia acordo bilionário nos Estados Unidos

Sobre o Brasil, o CEO da America Movil classificou como muito bom os resultados da Claro no último trimestre, com destaque para o crescimento no segmento móvel pós-pago.

Já sobre a queda de 4,9% nas receitas líquidas dos serviços fixos da operadora, Daniel argumentou que o número é motivado pela crise econômica no Brasil e não pela performance da empresa.

Com informações de Teletime.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários