Dona da Claro anuncia acordo bilionário nos Estados Unidos

Grupo mexicano vendeu sua operação móvel para a operadora americana Verizon.

Nesta segunda-feira, 14, a América Móvil (AMX), proprietária da Claro no Brasil, anunciou que acaba de chegar um acordo para a venda de 100% da participação em sua subsidiária TracFone Wireless para a operadora americana Verizon (VZ).

O negócio é avaliado em US$ 6,25 bilhões (R$ 32,95 bilhões na cotação atual), sendo metade pago em dinheiro e o restante na forma de ações da Verizon.


A TracFone Wireless é uma operadora móvel virtual (MVNO), a maior em serviços pré-pagos nos Estados Unidos, atendendo a 21 milhões de usuários.

A venda ainda precisa ser aprovada por órgãos reguladores dos Estados Unidos. A expectativa é que a conclusão da transação ocorra em 2021.

Após esse endosso, a Verizon terá que pagar à América Móvil até US$ 500 milhões (R$ 2,64 bilhões) se a Tracfone continuar a atingir determinadas metas de desempenho durante os 24 meses após o fechamento do negócio, e mais US$ 150 milhões (R$ 790,82 milhões) em outras obrigações contratuais também dentro de 2 anos após a conclusão da transação.

Na Bolsa de Nova York, as ações da América Móvil fecharam em alta de 7,74% sendo cotadas a US$ 13,50 (R$ 71,12).

VIU ISSO?

–> Verizon é a primeira do mundo a vender planos 5G

–> Verizon está furiosa com AT&T por ela remarcar o 4G como 5G E

–> Yahoo vira operadora de telefonia celular

Enquanto isso, os papéis da Verizon teve variação de +0,89%, fechando o dia valendo US$ 60,32 (R$ 317,77).

Com informações de Assessoria de Imprensa América Móvil.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Jefferson

N entendo pq a AMX não usa a marca Claro no México.
A mesma coisa a Telefônica, que não usa Movistar no Brasil, se bem que prefiro o nome Vivo.

Cidade - UF
Recife - PE
Jean Michel Skaleé

Se deixa, a Claro compraria sozinha a Oi.
Espero que essa venda venha em prol aos investimentos nos países onde a mesma possui operação

Cidade - UF
Nova Santa Rosa-PR