Operadoras esperam economizar R$ 1 bilhão por ano com o PIX

Ideia é que consumidores façam recargas e paguem faturas de serviços usando o novo sistema de pagamentos instantâneos.

O PIX ainda não chegou, mas as operadoras já vislumbram uma grande economia nos procedimentos de pagamentos de serviços de telecom.

De acordo com Renato Ciuchini, vice-presidente de estratégia e transformação da TIM, as operadoras gastam juntas em torno de R$ 1 bilhão por ano com custos de recolhimento de faturas e pagamento de comissões de recargas de celulares pré-pago para parceiros, como bancos, lotéricas e mercados.


A nova plataforma que está sendo desenvolvida pelo Banco Central promete transferências de dinheiro instantâneas entre contas, 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Na prática, bastará o usuário informar o CPF, número do celular ou e-mail para realizar uma transferência.

O início do cadastro de chaves começa em 5 de outubro e o serviço será lançado oficialmente em 16 de novembro.

As operadoras já manifestaram interesse no sistema. A ideia é que as faturas de telefonia, internet e TV por assinatura venham com um QR-Code, pelo qual o cliente pode realizar o pagamento instantâneo por meio do PIX.

VIU ISSO?

–> Banco Central anuncia lançamento do PIX

–> Santander referencia o ‘Faz o 21’ e ‘quebra a internet’

–> WhatsApp promete retomar serviço financeiro no Brasil

“O custo de recolhimento de cada boleto no mercado, em média, é de R$ 2. Se trocar isso pelo PIX, a expectativa é de uma redução relevante dos custos”, afirma o executivo da TIM.

O Banco Central cobrará apenas R$ 0,01 pela liquidação de cada 10 pagamentos utilizando a nova plataforma. No entanto, ainda há dúvidas qual será o valor cobrado pelos bancos comerciais.

Com informações de Estadão.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários