Claro terá que pagar indenização por ligações publicitárias

Idoso chegou a receber de 15 a 20 chamadas por dia; prática foi julgada como abusiva.

Ilustração - Justiça
Imagem: PxFuel

A Justiça do Distrito Federal condenou a Claro a pagar R$ 1.500 de indenização por danos morais. Além do valor, a empresa terá que parar, imediatamente, as ligações publicitárias realizadas para o usuário em questão.

De acordo com o processo, eram feitas entre 15 e 20 chamadas telefônicas por dia para um idoso, que moveu a ação contra a empresa.


O registro é dos meses de maio de junho. Além das ligações, a companhia também fazia o envio de mensagens de texto.

Conforme explica o autor da ação, as mensagens eram robotizadas e possuíam fins comerciais.

Portanto, a acusação que a Claro recebeu foi de abusividade e insistência.

A operadora se defendeu e alegou que o usuário possui mecanismos de bloqueio das chamadas com publicidade e que não houve ato ilícito.

VIU ISSO?

–> É possível ter 14 GB por R$ 29,90 no Claro flex? Entenda

–> Claro confirma lançamento de TV Box com streaming

–> Como a Claro vai ofertar ‘5G’ antes do leilão de frequências?

Mas, a sentença condenatória analisou e considerou as incontáveis ligações abusivas, principalmente em tempos de pandemia do novo coronavírus.

É de conhecimento de todos que cidadãos com mais de 70 anos de idade são as maiores vítimas das mazelas da doença que assola o mundo, tornando-os reféns e enclausurados em seus próprios lares. Logo, não deveria a empresa ré tornar ainda mais angustiante e perturbador os dias de recolhimento do autor, idoso, realizando incansáveis ligações publicitárias através de robôs no número telefônico do celular do autor”, argumentou o magistrado.

Com informações de Notícias e Concursos

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
0 0 voto
Nota para o redator
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários