InícioNotíciasClaro terá de pagar indenização por danos morais na Paraíba

Claro terá de pagar indenização por danos morais na Paraíba

Operadora continuou cobrando clientes, mesmo após pedido de cancelamento da linha.

Nesta terça-feira, 14, membros da Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba condenaram a Claro a pagar indenização de R$ 3 mil por danos morais a duas consumidoras. A decisão foi por unanimidade.

Segundo as informações do portal Paraíba Online, as consumidoras foram advertidas pela operadora que o contrato de linha pós-paga não tinha fidelidade, e por isso poderia ser cancelado a qualquer momento, mas isto não aconteceu. 



As clientes contaram que pediram o cancelamento do serviço alguns dias depois e a empresa informou pegaria o aparelho de volta, mas isto não aconteceu. A Claro continuou cobrando o valor do plano, com o envio de faturas e o desconto da mensalidade na conta-corrente das consumidoras. 

O juiz Carlos Eduardo, relator do processo, destacou que mesmo que as clientes não tenham sido inscritas em cadastros de restrição de crédito como o SPC e o Serasa, a condenação por danos morais foi definida por conta do constrangimento causado. 

Recentemente, no mês de agosto, a Claro foi condenada a indenizar outro cliente por danos morais, por conta da queda de uma torre de telefonia móvel, que destruiu parte da casa do consumidor. 

LEIA TAMBÉM:


Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários