6G chega em 2028, diz Samsung

Conexão de sexta geração terá velocidade de até 1 Tbps e funcionará na faixa do terahertz.

O 5G ainda nem chegou em muitos países, mas a Samsung já projeta que o 6G será lançado comercialmente em 2028.

O exercício de futurologia foi realizado pela fabricante em um documento divulgado nesta terça-feira (14). De acordo com a Samsung, a rede de sexta geração poderá atingir picos de 1 Tbps e terá uma melhor arquitetura do que o 5G.


Na visão da empresa, o 6G será 100 vezes mais confiável que o 5G e terá a capacidade de conectar 10 milhões de dispositivos por quilômetro quadrado.

A ideia é que a futura rede seja utilizada principalmente para internet das coisas (IoT). Estima-se que 500 bilhões de dispositivos estarão conectados em 2030, entre eles veículos, robôs, eletrodomésticos, telas, máquinas e sensores.

O 6G permitirá experiências futuristas imersivas como a realidade estendida (XR), por meio de transmissões em 16K, que exigem uma banda de tráfego de aproximadamente 900 Mbps, algo superior ao que a rede de quinta geração poderá entregar.

Enquanto o 5G opera nas faixas entre 6 e 110 GHz, a Samsung projeta que as redes 6G emitirão ondas de até 3 THz. Isto exigiria a criação de novos protocolos de comunicação e o redesenho das atuais antenas, uma vez que quanto maior a frequência menor é o poder de penetração do sinal.

VIU ISSO?

–> Decisão final sobre 5G será de Bolsonaro, diz Fabio Faria

–> 5G vai chegar antes do leilão, segundo CEO da Oi

–> Como a Claro vai ofertar ‘5G’ antes do leilão de frequências?

Segundo a Samsung, a União Internacional de Telecomunicações (ITU, na sigla em inglês) só deve começar a definir as especificações do 6G apenas no ano que vem. Em 2028, surgiriam as primeiras conexões de sexta geração. A comercialização em massa só deve ocorrer em 2030.

Com informações de Tecnoblog.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
4 Comentários
mais votado
mais novo mais antigo
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
felipi

Quando leio certas coisas parece até piada, num país como o nosso que nem o 4G pega direito, não tem nem previsão pra pegar bem e nem 5 G existe teoricamente, vem falar em 6G. E pra quê transmissão ou imagem em 16K, pra mim o HD 720 já é o máximo, sinceramente é muita frescura, muita falácia e nada concretizado em termos do pobre e capenga 4G, quem dirá dos demais.

Cidade - UF
Barueri-SP
Jefferson

Vai chegar um tempo que essa tecnologia 6G, 7G, 8G será apenas mais do mesmo.
Tipo um galaxy S10, S20, S30… Ninguém se importa mais, pois só trazem algumas melhorias e pronto.

Cidade - UF
Recife - PE
Jean Michel Skaleé

A verdade é, tendo 4G funcionando, sendo possível assistir vídeos e tendo uma velocidade considerável estará ótimo. A partir do 5G Será uma tecnologia nas regiões metropolitanas e grandes cidades, pois o custo eh maior além de demandar bem mais antenas para a tecnologia

Cidade - UF
Nova Santa Rosa-PR
Rodrigo Santos

Outros países já estão fazendo projeções do 6G para daqui 10 anos. Enquanto isso por aqui, ainda ficamos discutindo que em determinada cidade o 3G da Vivo pega melhor que o 4G da Tim ou que na localidade tal só tem 2G.

Cidade - UF
Rio de Janeiro - RJ