Globoplay pretende lançar novo plano com canais fechados ao vivo

Projeto ainda depende das novas regras da Anatel sobre o empacotamento de serviços por parte das geradoras de canais.

O grupo Globo está se preparando para aumentar a sua oferta de conteúdo do seu serviço de streaming, o Globoplay, disponibilizando um pacote especial que traz os canais fechados da Globosat.

A novidade foi revelada pelo site TudoCelular. Segundo fontes, a novidade dependeria apenas da mudança no texto da lei do SeAC, estabelecendo novas regras quanto ao empacotamento de serviços pelas geradoras de canais.

A ideia com o novo pacote é disponibilizar canais ao vivo, como Bis, Canal Brasil, GloboNews, Gloob, Gloobinho, GNT, Mais Globosat, Megapix, Multishow, Off, Viva, Studio Universal, Universal Channel, Syfy e SporTV.

O novo plano poderá se chamar “Globoplay+ Canais” e ter um preço na faixa dos R$ 45 mensais. Entretanto, este valor pode mudar até o seu lançamento oficial.

Atualmente, o Globoplay possui apenas um plano de assinatura, podendo ser pago na modalidade mensal (R$ 22,90 por mês) ou anual (sendo parcelado em até 12 vezes de R$ 19,90).

A biblioteca conta com séries, novelas e shows, além do canal ao vivo da TV Globo.

VIU ISSO?

–> Conheça a nova leva de séries internacionais do Globoplay

–> Plataforma de streaming exibe filmes que não estrearam no cinema

–> Oi Play ganha transmissão ao vivo de 40 canais

A plataforma tem sido uma prioridade para o grupo Globo, adicionando cada vez mais títulos originais e importados em seu catálogo e contando com grande divulgação em sua emissora na TV aberta.

Nas últimas semanas, outros serviços de streaming nacionais têm começado a oferecer canais fechados ao vivo, sem a necessidade da assinatura de um pacote da TV por assinatura. É o caso, por exemplo, do Uol Play e, mais recentemente, do Oi Play.

Com informações de TudoCelular.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários