Claro não vende pacotes residenciais sem fidelização

Vendedores da operadora não disponibilizam opções para quem não quer um compromisso de 12 meses.

Imagem: PxFuel

Todo mundo sabe ou faz ideia de como funcionam os processos de contratação para um pacote de banda larga ou TV por assinatura. As prestadoras oferecem benefícios ou vantagens em troca de uma fidelização, mas se o cliente não se interessar pelo compromisso de 12 meses, ele terá o ônus de não ter o que foi oferecido.

No entanto, a Claro não parece interessada em fechar contratos de usuários que não querem se fidelizar a uma empresa. O relato foi enviado por um consumidor ao Minha Operadora, com uma série de prints do atendimento prestado.

Entretanto, fizemos a nossa própria simulação e o diálogo foi o mesmo, o atendente responsável enfatizou que não existem ofertas para quem não quer ter uma fidelização de até um ano. Confira:

Atendimento comercial da Claro no WhatsApp
Imagem: Atendimento da Claro no WhatsApp

É uma prática que no mínimo desperta a dúvida: é possível condicionar um cliente?

Para entender melhor a questão, basta uma simples solicitação na Anatel. Ao abrir o chamado, a agência respondeu que a pessoa pode optar por ser fidelizada em qualquer serviço de telecomunicações.

VIU ISSO?

–> Netflix, CNN Brasil e outras firmam compromisso com a Anatel

–> Claro cancela pacote desatualizado sem notificar consumidor

–> Claro informa clientes sobre junção com a Nextel

A Fundamentação Legal 57 e 59 da Resolução 632, do dia 7 de março de 2014 (RGC) é mencionada. Nela, está escrito que o consumidor tem o direito de “não ser compelido a se submeter a qualquer condição, salvo diante de questão de ordem técnica, para recebimento do serviço, nos termos da regulamentação”.

Quando foi solicitado que a Anatel fosse mais clara e objetiva em relação ao tema, conseguimos a seguinte resposta:

“A fidelização não é obrigatória. É necessário a operadora apresentar uma opção de plano com valores sem o benefício que dá direito à fidelização”, destacou.

É importante esclarecer que o contato com a entidade reguladora não foi feito por qualquer canal de atendimento à imprensa oferecido, sim pelo aplicativo “Anatel Consumidor (Android / iOS)”, disponível para todos que desejam registrar reclamações e esclarecer dúvidas.

Munido de todas as informações necessárias, o consumidor poderá cobrar seus direitos.

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
5 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários