Contrariando Trump, Pentágono desbloqueia Huawei

Proposta do Departamento de Comércio dos Estados Unidos foi derrubada, mas não encerra o debate.

Foto: David Mark/Pixabay

Parece que a Huawei ganhou um aliado dentro do governo de Donald Trump. O Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, suspendeu a proibição da venda de produtos fabricados por fornecedores americanos para a gigante chinesa.

Em maio de 2019, o Departamento de Comércio do país inseriu a Huawei em sua lista negra comercial, alegando preocupações com a segurança nacional. Com isso, o governo dos EUA proibiu a exportação de produtos para a China que contenham tecnologia americana.


Entretanto, o Pentágono viu com preocupação o bloqueio comercial, pois isso prejudicaria desnecessariamente as empresas americanas, reduzindo suas receitas e, por consequência, os seus investimentos em novas tecnologias, principalmente na indústria de semicondutores.

A Huawei compra anualmente cerca de US$ 11 bilhões (R$ 46,12 bilhões) de peças dos EUA, o que inclui chips de computadores, muito superiores aos que são fabricados na China.

VIU ISSO?

–> Rixa de Trump com Huawei é gerada por outros interesses, diz CEO

–> Novo acordo entre Estados Unidos e China não inclui 5G

–> Receita da Huawei alcança US$ 122 bilhões em 2019

O debate sobre os novos desdobramentos da rixa entre Trump e a Huawei deve continuar. Donald Trump planeja uma reunião de alto nível nesta semana para tratar o desbloqueio do Pentágono.

Recentemente, os governos dos Estados Unidos e China assinaram um novo acordo comercial, com o objetivo de cultivar laços comerciais mais próximos entre os dois países. No entanto, a questão da Huawei foi deixada de lado.

Com informações de The Washington Post.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, FAÇA LOGIN para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de