Vítima do golpe do chip perde US$ 1 milhão em bitcoins

Investidor está processando a exchange de criptomoedas por falha de segurança.

Foto: André François McKenzie/Unsplash

Gregg Bennett, um investidor anjo americano envolvido em mais de 30 startups, entrou com uma ação contra a Bittrex, sediada em Washington, nos Estados Unidos, alegando que a exchange violou ou ignorou seus próprios padrões de segurança. A falha permitiu que hackers roubassem 100 bitcoins de sua carteira virtual.

Na cotação atual, 100 bitcoins equivale a US$ 944,8 mil ou R$ 3,8 milhões.


Segundo o processo, Bennett foi vítima do SIM Swap, o famoso golpe do chip. No esquema, hackers conseguiram clonar o número de telefone da vítima, em 15 de abril, e ter acesso à sua carteira de criptomoedas. Em seguida, eles converteram o bitcoin em outras moedas e transferiram os fundos para contas anônimas.

Quando o investidor descobriu o golpe alertou a Bittrex, mas a empresa demorou mais de duas horas para tomar uma providência, período este que permitiu que os hackers continuassem drenando os fundos. No dia seguinte, os criminosos tentaram fazer uma nova transferência, mas foi bloqueada pela empresa.

VIU ISSO?

–> CEO do Twitter é a mais nova vítima do golpe do chip de celular

–> Grupo hacker rouba US$ 2,4 mi com clonagem do chip de celular

–> SIM Swap pode ter sido usada para invadir celular de Moro

A exchange teria ignorado várias atividades suspeitas, incluindo o uso do endereço IP dos hackers, acesso por um sistema operacional diferente, falta de autenticação de dois fatores, entre outros.

“Como alegado em nossa reclamação, a Bittrex ignorou várias bandeiras vermelhas alertando a Bittrex que a pessoa que iniciou a retirada não era Gregg Bennett”, disse Dan Kittle, advogado da vítima.

O golpe do chip tem feito várias vítimas do mercado de criptomoedas. A AT&T, por exemplo, está sendo processada por um incidente semelhante que levou um investidor a perder US$ 24 milhões, em torno de R$ 96,4 milhões. O processo indica que um funcionário da própria operadora teria transferido o número da vítima para um impostor realizar o roubo das moedas virtuais.

Com informações de The Next Web.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de