Fortaleza ganha novo ponto de interconexão

Capital do Ceará está em terceiro lugar no ranking de cidades com maior tráfego de internet do país, com circulação de 227 Gbps.

A multinacional Angola Cables instalou um novo ponto de troca de tráfego, conhecido como PIX, em seu datacenter recém-inaugurado na Praia do Futuro, em Fortaleza. O AngoNAP tem como objetivo atender a crescente demanda de transmissão de dados no hemisfério sul e ter saída direta para rotas internacionais.

O datacenter funcionará integrado à malha de conectividade do Brasil Internet Exchange (IX.br), projeto do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGIbr) que promove a infraestrutura necessária para a interconexão direta entre as redes que compõem a internet brasileira.


Os PIXes funcionam como hubs em que provedores podem conectar seus servidores, facilitando o tráfego de informações. Em Fortaleza, os usuários, provedores e empresas de serviço de streaming estarão ligadas diretamente a outras 174 redes.

O AngoNAP oferece serviços de escalabilidade, conectividade contínua, host e nuvem, para clientes locais e externos. O novo datacenter tem a vantagem de ter conexão direta com os cabos submarinos Monet e o South Atlantic Cable System (SACS), que ligam o Brasil aos Estados Unidos e a África, respectivamente, atraindo clientes que buscam baixíssima latência e maior capacidade de transmissão. A infraestrutura encurta caminhos e melhora o tempo de velocidade e acesso aos conteúdos.

VIU ISSO?
–> Google quer dominar infraestrutura de internet; entenda como
–> CenturyLink expande seu data center no Rio de Janeiro
–> Unifique compra provedor de banda larga em Santa Catarina

“Fortaleza deixou de ser um mero ponto de passagem das telecomunicações, devido aos cabos submarinos que recebe, para ser um ponto de presença de conectividade, um verdadeiro hub digital. Hoje, podemos dizer com propriedade que está criada a primeira ponte digital entre África e América Latina”, explica António Nunes, CEO da Angola Cables.

Localizado em um dos hubs de cabos submarinos de fibra óptica mais importantes da América do Sul, Fortaleza é a segunda cidade do mundo em número de cabos desse tipo instalados em suas águas, com 12 no total.

A capital do Ceará cresceu 400% em tráfego de internet em 2018. Atualmente, a cidade movimenta 227 Gbps e a previsão é que até 2020 passe a movimentar cerca de 600 Gbps.

No segundo lugar do ranking está o Rio de Janeiro, com circulação de 1,14 Tbps por segundo. O líder é São Paulo, com 5,36 Tbps.

Com informações do Diário do Nordeste

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

Deixe um comentário

avatar
  Cadastre-se  
Notificação de