Google quer dominar infraestrutura de internet; entenda como

Empresa vai lançar seu terceiro cabo submarino para transferência de dados em alta velocidade. Investimento será feito a partir de 2021.

Imagem: Divulgação

Os planos globais do Google seguem a todo vapor. A novidade da companhia é o terceiro cabo submarino. A instalação da linha de fibra ótica foi anunciada de Portugal para a África do Sul e outros países a partir de 2021.

Com o nome de Equiano, a novidade faz parte de um investimento do Google orçado em US$ 47 bilhões ao longo dos últimos três anos em infraestrutura.


A autoria do projeto é da própria empresa, apesar de ela ser acionista em 14 propostas de cabos submarinos. O nome surgiu em homenagem a Olaudah Equiano, escritor e abolicionista africano vendido como escravo e comprador da própria liberdade.

VIU ISSO?
– Google vai criar pontos de Wi-Fi gratuitos em todo o Brasil
– Como funcionam os balões de internet do Google?
– Recarga TIM garante crédito para gastar na Google Play

Com isso, é bem provável que o primeiro país a receber o novo cabo seja a Nigéria.

O Google necessita transferir gigantes quantidades de dados para seus datacenters em vários lugares do mundo. É assim que o alto investimento se justifica.

Além do mais, o serviço de nuvem do gigante das buscas passou a atender aos interesses e demandas de outras empresas. É importante destacar outros dois projetos de autoria do Google: o Curie, cabo que se estende de Los Angeles ao Chile e Dunant e Dunant, que vai do leste dos Estados Unidos até a França.

Com informações do Olhar Digital e CNET

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.

Deixe um comentário

avatar
  Cadastre-se  
Notificação de