Lucro com leilão 5G no Brasil será menor do que nos outros países

Leilão é previsto para ocorrer no primeiro trimestre de 2020, mas pode sofrer atrasos, de acordo com as últimas previsões.

Ilustração Investimentos
Imagem: PxHere

Estamos próximos do primeiro leilão 5G no Brasil, que é previsto para o primeiro trimestre de 2020, mas pode sofrer atrasos, de acordo com uma análise da Telefônica. O lucro estimado é R$ 20 bilhões, um valor significativo, mas menor do que o obtido em outros países.

A estimativa foi feita pelo relator do processo, Vicente Aquino, que entrou em detalhes sobre os cálculos. Apenas explicou que metade vai para o governo e a outra parte será destinada aos investimentos.

O edital é trabalhado para estar de acordo com os interesses do governo. As obrigações para a cobertura de sinal nas áreas afastadas também estão sendo discutidas no documento.

VIU ISSO?
– iPhone deve ter 5G mais veloz do que Androids, mas só em 2020
– Smartphones 5G serão responsáveis por 25% do mercado em 2023
– Oi apresenta conectividade 5G na Game XP

No comparativo com outros países, a arrecadação é inferior. A Alemanha, por exemplo, lucrou 6,55 bilhões de euros com as operadoras, equivalente a R$ 27,5 bilhões. A Itália, sozinha, obteve 4,3 bilhões de euros (R$ 18 bilhões). As frequências ofertadas foram as de 2,1 GHz e 3,6 GHz.

Cada país possui regras específicas para os leilões e ainda não é possível entender ou analisar os motivos que fazem o lucro do Brasil ser menor do que os outros países.

O prazo para que as operadoras façam o uso das frequências, por exemplo, varia. Aqui, o normal são 20 anos, mas a Anatel pode estabelecer períodos diferentes, a depender da situação.

Com informações do Tecmundo e Tele.Síntese

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários