sábado, 3 de novembro de 2018

Vivo pretende cobrir 15 milhões de casas com fibra até 2020

O que você achou? 
Operadora investirá 7 bilhões no segmento de fibra óptica.


De acordo com Christian Gebara, chief operating officer da Vivo, a operadora pretende chegar a 15 milhões de residências aptas a receber o serviço de fibra óptica.

Até o fim de 2018 a Vivo pretende alcançar 9 milhões de residências home-passed, isto é, aptas para a cobertura de serviço de fibra óptica FTTH (Fiber to Home, ou fibra para o lar, em português).



As quatro cidades mais recentes a receber o serviço FTTH da Vivo são: Araras, Capivari, Franca, todas no interior paulista; e Poções de Caldas, em Minas Gerais. 

A operadora já oferece o serviço de fibra em 104 cidades. A velocidade de acesso é de até 300 Mbps. É uma grande aceleração. Achamos que temos o número bom para capturar a oportunidade”, declarou Gebara. Os investimentos em FTTH serão ampliados em 17% até o final do ano. 

Outra mudança importante nos planos da empresa é em relação à TV Paga. A Vivo diz que seu serviço de TV por satélite deixará de ser uma prioridade, concentrando esforços em IPTV. 

“Estamos reduzindo em 39% o Capex com DTH. Todos os novos clientes terão FTTH com IPTV, essa é a combinação", acrescenta Gebara. O investimento nessa tecnologia até o final do ano será de 6%.


3 comentários:

  1. Tem que ser em Portugal né por que aqui tá difícil assim não dá, a rede aqui de Rio Preto não e expandida a muito tempo e outras opeeoperad estão passando a vivo

    ResponderExcluir
  2. Ta mais ela vai investir em SP capital, onde nos bairros periféricos só oferece 2MB vergonhosos? Porque falar que vai fazer isso somente e novos estados e piada, veremos.

    ResponderExcluir