sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Anatel aprova uso da faixa de 3,5 GHz para o 5G

O que você achou? 
Tudo em prol da implementação do 5G no Brasil.


Na última reunião do presidente Juarez Quadros, cujo mandato acaba no dia 04 de novembro, a Anatel aprovou a abertura da consulta pública para a utilização da frequência de 3,5 Ghz (3400 Mhz a 3600 Mhz) para o 5G. 

Em nota a Agência diz que  a maior parte das especificações para a tecnologia 5G preveem a utilização mínima de blocos de 20+20 MHz. O limite em vigor,  10+10 MHz, pode impedir a implantação de alguns tipos de aplicações.

O projeto do órgão ainda inclui o Serviço Limitado Privado (SLP) presente na frequência, com o objetivo de servir como uma alternativa para as soluções de Internet das Coisas (IoT).



VIU ISSO?

Assim como já sinalizou com o novo modelo de gestão de espectro, permitindo que as operadoras possam ampliar o range, o que abre margem para que uma operadora grande como a TIM adquira a Nextel ou Oi, que atualmente são deficitárias, a Anatel também quer limitar a quantidade de operadoras que podem prestar o serviço entre duas ou três operadoras

Isto porque se a agência destinar 40 MHz para cada operador, duas poderão comprar, os 40 MHz disponíveis, enquanto uma terceira ficaria com apenas 20 Mhz.


2 comentários:

  1. Se dermos sorte em o ano que vem lançarem celulares intermediários com 5G, quem sabe em 2020 ou 2021 poderemos já usar no Brasil, caso as operadoras já ofereçam, algo que acho difícil.

    ResponderExcluir
  2. Quem tiver mais dinheiro compra a de 40 MHz a que tiver menos compra a de 20 MHz só que tem que ser um leilão que todas podem participar

    ResponderExcluir