Cidade proíbe instalação de antenas 5G por receio de riscos à saúde

COMPARTILHAR:

Município norte-americano recebeu diversos pedidos da comunidade para que a implementação da tecnologia fosse barrada.


A instalação de torres de 5G foi bloqueada nos arredores de uma pequena cidade do Estados Unidos, na região de São Francisco, justamente no lar do Vale do Silício. O motivo? Medo da comunidade de possíveis riscos à saúde. 


Para impedir a implementação de qualquer equipamento relacionado à tecnologia de quinta geração, o município de Mill Valley emitiu uma portaria de urgência, segundo informações do TechCrunch. 


O município justificou que há receio de que a radiação eletromagnética emitida pelas antenas gere problemas de saúde na população, como câncer.

O pedido veio da própria comunidade. O Conselho Municipal recebeu quase 150 pedidos de moradores da cidade para que fosse proibida a instalação do 5G. 

A cidade conta com 14 mil habitantes e apenas cinco eram favoráveis à chegada da nova tecnologia.

A maior restrição é em relação às small cells, pequenas antenas que são normalmente instaladas em postes e até mesmo orelhões, conforme o portal Olhar Digital.

Esse equipamento costuma ser usado para ampliar a cobertura de uma rede sem que a operadora precise instalar grandes antenas. 


LEIA TAMBÉM:


Os riscos são mesmo reais?


Ainda não se sabe a resposta para essa pergunta, já que não há um consenso na comunidade científica.

O que se sabe é que o nível de radiação emitido pelas small cells é menor do que o das torres maiores

Como as torres não representam risco para a saúde, consequentemente, as small cells também não devem ser prejudiciais.

Como esses equipamentos são para cobrir áreas pequenas, eles não precisam emitir um sinal com tanta força. 

No entanto, especialistas afirmam que é preciso estudar melhor os efeitos da radiação, independentemente de onde ela venha. 

Em uma matéria da CBS, o Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos diz que há um número limitado de estudos que trazem algumas evidências de associação estatística de uso de celulares e riscos de tumores cerebrais. No entanto, a maioria não viu essa relação.

Enquanto algumas localidades travam o desenvolvimento da tecnologia por esse receio, outras investem para acelerar a implementação das redes 5G.

Na semana passada, Qualcomm e Ericsson realizaram um teste que foi considerado a primeira chamada bem-sucedida em conformidade com os padrões 5G em ondas milimétricas em um dispositivo móvel.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
4 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários