Novo comercial da Vivo mostra um ‘encontro’ que supera limitações

Deficiente visual é protagonista de história que trata a relação das pessoas com a tecnologia. Veja o vídeo.

Incentivar as pessoas a viverem
novas descobertas e experiências, superando suas limitações por meio da
tecnologia
é o foco do novo filme de Vivo Fibra, lançado nesta segunda-feira (5).
Criado pela agência África, a peça ‘Encontro’ reforça o posicionamento da marca
sob o conceito ‘Viva menos do mesmo’ e leva o público a refletir sobre
diferentes possibilidades, padrões e julgamentos.

O objetivo do vídeo é mostrar
como a internet é capaz de quebrar barreiras e aproximar pessoas. “Com o Viva
menos do mesmo queremos provocar um novo olhar sobre a relação das pessoas com
a tecnologia, convidando-as a viver novas experiências
”, explica a diretora de
Imagem e Comunicação da Vivo, Marina Daineze.




Assista:



Com 30 segundos de duração, o
filme conta a história de um deficiente visual que usa a tecnologia e a banda
larga para superar as limitações e fazer de um encontro amoroso um evento
perfeito. Por meio de um tutorial na internet, ele pensa em cada detalhe do
jantar e organiza tudo para que o ambiente fique ainda mais romântico.


Este é o segundo vídeo de 2018 de Vivo Fibra. O primeiro contou a história do ‘Tampinha’, um jovem que tinha o próprio canal na internet, passando também a mensagem de ‘viver mais’ alguma coisa e ‘menos’ outra.

    2
    Deixe um comentário

    avatar
    2 Número de Comentários
    0 Número de Respostas
    0 Seguidores
     
    Comentário mais reagido
    Comentário com mais interação
    0 Autores de comentários
    Luciana do RocioJefferson Silva Autores recentes de comentários
      Cadastre-se  
    o mais novo mais antigo mais votado
    Notificação de
    Jefferson Silva
    Visitante

    "Viva menos o limite."
    Como? Se a Vivo é a operadora mais limitada que existe.

    Luciana do Rocio
    Visitante

    Nunca Fale Com Estranhos X Mensagens Subliminares na TV X AbusoDia atrás, postei um texto criticando um comercial onde uma garota marca um encontro com um rapaz por um aplicativo de paquera e vai até o apartamento dele. Então falei que este tipo de atitude é arriscado, principalmente, para as mulheres.Logo, críticas negativas apareceram na minha caixa de mensagens. Algumas pessoas me chamaram de feminista histérica e outras me compararam à personagem Perpétua, beata moralista de uma novela da Globo.O problema é que diversas ONGs, ligadas ao desparecimento de crianças, constataram que depois do referido comercial aumentou o número de… Leia mais »