sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Primeira chamada 5G em ondas milimétricas é realizada na Suécia

O que você achou? 
As fornecedoras Qualcomm e Ericsson realizaram uma demonstração da rede.


Qualcomm e Ericsson realizaram um teste que foi considerado a primeira chamada bem-sucedida em conformidade com os padrões 5G em ondas milimétricas em um dispositivo móvel.

A demonstração, que foi executada no laboratório em Kista, na Suécia, foi realizada no espectro de 39GHz.

Para realizar a chamada over-the-air (OTA), as fornecedoras utilizaram o modo Non-Standalone, com equipamentos de rádio AIR 5331, produtos de banda base e subsistema de radiofrequência da Ericsson, além de um dispositivo móvel com modem Snapdragon X50 5G da Qualcomm.

Conforme as fornecedoras, a iniciativa é uma continuação dos testes de interoperabilidade anunciados em 2017. 

O objetivo das empresas é demonstrar o compromisso e a capacidade de atingirem marcos que abrem caminhos para lançamentos comerciais compatíveis com a tecnologia de quinta geração em smartphones e outros dispositivos móveis.

LEIA TAMBÉM:


A Qualcomm está empenhada em fornecer o 5G e já até solicitou à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) agilidade no processo de destinação de espectro para a tecnologia de quinta geração.

Uma Consulta Pública sobre a proposta de uso da frequência 2,3GHz para o 5G está aberta desde o dia 16 de agosto. 

As contribuições e sugestões à Consulta Pública devem ser encaminhadas por meio do formulário eletrônico do Sistema Interativo de Acompanhamento de Consulta Pública (SACP) até o dia 15 de setembro.

No mês passado, a Nokia divulgou ao mercado de fabricantes de dispositivos que já precificou suas licenças 5G

A empresa irá cobrar 3 euros para conceder o licenciamento de uso do portfólio de patentes essenciais de padronização (SEP, na sigla em inglês) da marca. O equivalente a cerca de R$ 14,19 por aparelho.



Nenhum comentário:

Postar um comentário