terça-feira, 17 de julho de 2018

Netflix ganha menos assinantes do que o previsto

O que você achou? 
Ainda assim, streaming consegue aumentar 40% suas receitas comparando o segundo trimestre de 2018 com mesmo período do ano passado.

Apesar de ter aumento em suas receitas, a Netflix não atingiu a meta de captar 6,2 milhões de novos clientes. A empresa adicionou 5,15 milhões de novos assinantes entre abril e junho de 2018. O balanço foi divulgado na última segunda-feira (16).

O mercado chegou a especular que o interesse pelo serviço estaria diminuindo com a saída de conteúdos de grandes produtoras, como a Fox, que lançou neste ano seu próprio serviço de streaming.

No entanto, a Netflix discordou e ressaltou que o guidance nem sempre é certeiro e flutuações acontecem. 

Também há quem veja o aumento no valor da assinatura como causa para a Netflix não atingir o número previsto de novos clientes - e há previsão para um novo acréscimo na mensalidade

Ainda assim, o crescimento do streaming é impressionante. Apesar de o valor da assinatura para o consumidor dos EUA ter aumentado 39% nos últimos quatro anos, a base de usuários cresceu 62%

Só no segundo trimestre de 2018, a Netflix ofereceu um total de 452 horas de conteúdo original, 51% a mais do que o ofertado no mesmo período de 2017.

LEIA TAMBÉM:


Receitas


A Netflix registrou um avanço de 40,3% nas receitas no segundo trimestre de 2018 comparado com o mesmo período do ano passado, faturando US$ 3,9 bilhões. 

O lucro operacional mais que triplicou, atingindo US$ 462 milhões.  

O lucro líquido foi de US$ 384 milhões, ante US$ 65 milhões um ano antes.

Também a margem operacional em relação a 2017 aumentou. Passou de 4,6% para 11,8%. O EBITDA foi de US$ 563 milhões, três vezes maior que o registrado um ano atrás.

A empresa disse que deve continuar investindo em parcerias para expandir seu negócio, como fez com a Telefónica e com a japonesa KDDI.

Pelo acordo, as operadoras (inclusive no Brasil) vão vender pacotes com assinatura da Netflix podendo acontecer na fatura de telefonia ou banda larga.

Mas o streaming pode esperar por um acirramento da concorrência nos próximos meses, principalmente após a aquisição da Time Warner pela AT&T.



2 comentários:

  1. Pelo que fiquei sabendo, a Disney pretende logo mais lançar o seu serviço de streaming.

    ResponderExcluir