segunda-feira, 16 de julho de 2018

Insatisfeitos, 3,13 milhões de pessoas mudaram de operadora em 2018

O que você achou? 
Em 77% dos casos, as solicitações de portabilidade numérica vieram de usuários do serviço móvel.

Os consumidores estão atentos e sempre em busca dos melhores preços e serviços de telefonia. Uma prova disso é que 3,13 milhões de brasileiros realizaram a portabilidade numérica apenas no primeiro semestre deste ano. 

Segundo dados da a Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações (ABR Telecom), 77% das solicitações de trocas vieram dos usuários do serviço móvel, isso equivale a 2,42 milhões de pessoas.

As outras 711.780 solicitações foram realizadas por usuários de serviço fixo. 

No primeiro semestre de 2017, o número de migrações foi menor: na telefonia móvel foi de 1,9 milhão, enquanto na telefonia fixa ficou em 644 mil.

A portabilidade numérica começou a ser uma opção no Brasil em setembro de 2008. Neste procedimento, o cliente muda de operadora, mas mantém o número antigo.

LEIA TAMBÉM:


Nesses quase dez anos, 43,96 milhões de transferências foram feitas, sendo 14,86 milhões (34%) no serviço fixo e 29,10 milhões (66%) no móvel.

De acordo com as regras da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), as trocas somente são efetuadas dentro mesmo serviço. 

Ou seja, de móvel para móvel ou fixo para fixo, e na área de alcance do mesmo DDD.

A partir do momento em que o usuário solicita a transferência de operadora comunicando à empresa para onde deseja migrar, a efetivação acontece em três dias úteis ou após esta data, quando o usuário quiser agendar.

Se o cliente desistir da migração por receber uma proposta interessante da empresa em que já contratou o serviço inicialmente, ele tem um prazo de dois dias úteis após a solicitação de transferência para suspender o processo de migração em andamento.



Um comentário:

  1. Eu me estou nesses numero. Saindo da vivo pra claro, melhores precos e assistência.

    ResponderExcluir